Caminhão elétrico é destaque em Salão na Alemanha

26/09/2016 - 13:29min

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin
img28952

Urban eTruck: autonomia de até 200 km

Depois de apresentar o protótipo do caminhão rodoviário autônomo, o Future Truck, em 2014 e o comboio de caminhões conectados no início do ano, a Mercedes-Benz está focando sua participação neste Salão Internacional de Veículos Comerciais – IAA 2016 – em soluções voltadas para as cidades. A empresa está comemorando 120 anos de atividades no mundo e 60 anos de presença no Brasil.

Os visitantes que chegarão nesta quarta-feira (22), quando o evento que acontece na cidade de Hannover será aberto ao público, poderão conhecer de perto a solução da marca para distribuição urbana de cargas: o Urban eTruck, um caminhão com propulsão elétrica, autonomia de até 200 km, mais que suficiente para a demanda média da distribuição urbana, e peso bruto total de 26 toneladas.

O chassi foi totalmente adaptado para comportar os motores elétricos junto aos cubos das rodas e o sistema modular de baterias. São três eixos, sendo o traseiro do tipo ZF AVE 130 acionado eletronicamente, já utilizado em ônibus de piso baixo da marca, mas completamente renovado para o Urban eTruck. Os pneus são do tipo 495/45 R 22,5 e a carga máxima permitida sobre o eixo motriz é de 11,5 t, situando-se assim no nível habitual dos caminhões com motores de combustão interna.

img28953

Os módulos de propulsão são do tipo trifásico assíncrono de alta rotação refrigerado a fluido em cada lado. A tensão nominal é de 400 V, a potência máxima é 2 x 125 kW com um torque máximo de 2 x 500 Nm. O torque na roda atinge 11 000 Nm.

O resultado é um veículo totalmente silencioso que circula pelas cidades com zero emissões mas com capacidade de 12,8 toneladas de carga útil, o equivalente a um caminhão convencional com motor de combustão interna.

O design é inovador e o Urban eTruck incorpora ainda um sistema de interconectividade inteligente e serviço de telemática FleetBoard, marca exclusiva da Mercedes-Benz, desenvolvido para as demandas da distribuição urbana.

O protótipo está equipado com baú refrigerado de 7,4 m de comprimento concebido para distribuição de gêneros alimentícios em supermercados e comércio varejista. Um revestimento lateral contribui para harmonizar as linhas e melhorar a aerodinâmica.

A Mercedes-Benz estima que a produção em série deste tipo de veículo poderá ser possível a partir da próxima década. Com a demanda crescente por veículos menos poluentes, até lá o custo e o tamanho das baterias deve ser menor o que levará o investimento adicional em um veículo elétrico como este ser amortizado no prazo de três a quatro anos.

MUNDO REAL – Mas a eletromobilidade não está apenas em protótipos como o Urban eTruck. A Mercedes-Benz também está apresentando no IAA o Fuso eCanter , a terceira geração do primeiro caminhão leve com propulsão totalmente elétrica em todo o mundo. A produção em série limitada a partir de 2017 poderá ser fornecida para os clientes na Europa, EUA e Japão.

img28954

O novo eCanter dispõe de um novo motor elétrico síncrono permanente com uma potência de 185 kW e um torque de 380 Nm. A força é transmitida para o eixo traseiro por meio de uma caixa de mudanças de uma marcha. O veículo de estreia no IAA possui uma capacidade de bateria de 70 kWh. Dependendo da estrutura, carga e perfil de aplicação, isso permite uma autonomia de mais de 100 km sem recarga estacionária. As baterias estão distribuídas em cinco pacotes: um no centro do quadro diretamente atrás da cabina e dois outros respectivamente à esquerda e à direita do quadro.

Trata-se de baterias de íons lítio com arrefecimento a água. A capacidade de carga do chassi desse veículo de 7,49 t é de 4,63 t para carroceria e carga. Para a produção em série limitada planejada, estão previstos conjuntos de bateria individuais com três até seis sets de bateria a 14 kWh. Assim, o eCanter pode ser adaptado às necessidades dos clientes nos quesitos autonomia, preço e peso. Este conceito se baseia no conhecimento adquirido em testes de clientes, que indica que alguns clientes necessitam de menos autonomia, mas em compensação de mais carga útil.

Os resultados de um teste prático de um ano com a segunda geração do Canter elétrico mostraram que com o veículo é possível economizar cerca de 1000 euros por 10 000 km, em comparação com uma versão a diesel. Tendo em conta também a redução dos custos de manutenção em cerca de 30 por cento, a Fuso poderá ser uma solução rentável para seus clientes: o preço de venda planejado possibilita amortizar os custos adicionais da aquisição em cerca de três anos.

A Mitsubishi Fuso é uma marca de veículos comerciais japonesa pertencente ao Grupo Daimler AG.

Tags:

Compartilhe:

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin
*Os comentários dos usuários não representam a opinião da APS Distribuidora, a responsabilidade é integralmente do autor da mensagem.

Deixe um comentário

Abrir chat
1
Chame no WhatsApp!
Olá 👋
Como podemos ajudar?