Carros com nome de gente, veja 10 exemplos curiosos pelo mundo 

Preenche o resumo da notícia..

25/03/2015 - 22:09min

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin

Dar nome a um carro nem sempre é fácil. Montadoras gastam milhares de dólares em pesquisa e marketing na busca de fonemas com boa sonoridade, siglas e números representativos e até mesmo homenagens. Em diversos casos, o nome de batismo de um modelo acaba sendo um nome próprio ou apelido. Alguns deles fizeram sucesso, outros foram limitados a edições especiais e alguns não passaram da fase de protótipo.

Lista de dez exemplos de modelos de carros com nome de gente. Evitamos sobrenomes, pois estes geralmente acabam sendo usados para nomear marcas — é o caso de Ferruccio Lamborghini, Ettore Bugatti e do brasileiro João Augusto Conrado do Amaral Gurgel.

img27231

1. FERRARI ENZO: homenagem ao criador da marca, Enzo Ferrari

Supercarro produzido pela empresa italiana entre os anos 2002 e 2004 para homenagear seu fundador. Foram 400 unidades produzidas, todas equipadas com motor V12 aspirado de 660 cv e 67 kgfm de torque. O câmbio automatizado de dupla embreagem e seis marchas era responsável por levá-la de 0 a 100 em 3,1 segundos e fazê-la chegar a 355 km/h.

img27234

2. MINI COOPER: Cooper era o nome da família de criadores da marca Mini

Antes de virar marca e ser comprada pela BMW no começo dos anos 2000, o Mini era um simpática modelo da fabricante inglesa independente BMC, que ficou famoso por ser o carro do Mr. Bean. Uma de suas especialidades era produzir o Cooper, versão apimentada do subcompacto. O nome homenageia John Newton Cooper, amigo do criador do Mini, Alec Issigonis, e que foi acionista da marca. John Cooper ficou famoso no automobilismo ao projetar os primeiros carros de F1 com motor traseiro.

img27233

3. FORD BELINA: perua lançada em 1970 e descontinuada em 1991

A antecessora da Ford Royale (versão perua do sedã Versailles) chamava-se Belina, nome feminino bastante utilizado em décadas passadas — é o caso da primeira esposa de Gilberto Gil. A Belina pertenceu à família Corcel durante sua primeira geração e, posteriormente, passou a ser fabricada sobre a base do Del Rey.

img27235

4. NISSAN SILVIA: coupé esportivo japonês fez sucesso entre fãs de drift

O “avô” do Nissan GT-R era… uma “avó”. Este coupé esportivo lançado no Salão de Tóquio de 1964 se tornou uma lenda no Japão ao longo do século 20, pois foi oferecido com versões mais populares e motores mais fracos, além das configurações mais nervosas. Teve duas gerações diferentes e durou até 2002. O GT-R/Skyline pertencem a projetos paralelos.

img27242

5. ALFA ROMEO GIULIETTA: nome feminino Giulietta é usado pela marca desde 1954

Antes de se tornar um hatch fabricado sobre a plataforma do Fiat Bravo, o Alfa Romeo Giulietta foi um carismático compacto vendido entre os anos 1950 e 1960 nas carrocerias sedã, cupê e conversível. O motor da primeira geração era de 1,3 litro, dianteiro. Um câmbio manual de cinco marchas e a tração traseira, aliados ao baixo peso do veículo (menos de 900 kg), eram responsáveis pela diversão.

img27241

6. VOLVO JAKOB: seu nome original é ÖV 4, mas todo mundo o chama de Jakob

Este é o primeiro carro desenvolvido pela sueca Volvo, o ÖV 4 (abreviação de “Open Vehicle 4-cylinder”, que significa “Veículo Aberto de quatro cilindros”, em português). Ele surgiu em 1927 e ganhou o apelido de Jakob pelos funcionários da própria marca, mas até hoje não existe explicação pelo uso da alcunha.

img27239

7. RENAULT ZOE: quase nulo no Brasil, o nome Zoe (feminino) é comum fora do país

O compacto elétrico da Renault, recebe um nome feminino relativamente comum na Europa — a origem é grega. O carrinho ainda não é vendido oficialmente no Brasil devido à falta de apoio e incentivos a este tipo de mobilidade, mas já roda em frotas de empresas.

img27240

8. SKODA OCTAVIA: apesar do nome feminino, o Octavia pode ser um sedã invocado

A Skoda, fabricante checa e subsidiária da Volkswagen, tem diversos nomes femininos em seu catálogo. Fabia e Octavia são exemplos: o primeiro é um hatch, o segundo, um sedã que pode ter até versões apimentadas — como a RS da imagem.

img27244

9. OPEL ADAM: homenagem ao criador da marca, que se chama… Adam Opel

A Opel mostrou no Salão de Paris 2012 um subcompacto chamado Adam, feito em homenagem ao criador da empresa, Adam Opel, um alemão mal-humorado que odiava carros e começou sua carreira construindo bicicletas. A ideia inicial do projeto do Adam era concorrer com Audi A1, Mini Cooper e Fiat 500. Não vem fazendo o sucesso que a marca esperava na Europa.

img27238

10. OPEL KARL: já que o Adam não deu tão certo, foi melhor chamar o “Carlos”

Como o Adam não decolou, mesmo com versões especiais, a Opel precisou desenvolver outro compacto para aumentar a gama. Eis que no Salão de Genebra deste ano surge seu irmão Karl, um city car parecido com o Adam, mas com quatro portas. Quem foi Karl? O filho mais novo de Adam.

Fonte: www.carros.uol.com.br

Tags:

Compartilhe:

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin
*Os comentários dos usuários não representam a opinião da APS Distribuidora, a responsabilidade é integralmente do autor da mensagem.

Deixe um comentário

Abrir chat
1
Chame no WhatsApp!
Olá 👋
Como podemos ajudar?