VW Gol e Voyage têm visual renovado 

Mudanças gerais estão na dianteira, traseira e interior; motor 1.0 também recebeu melhorias

19/07/2012 - 10:50min

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin
img21907

Na primeira semana de agosto as revendas Volkswagen começam a receber os novos Gol e Voyage reestilizados por brasileiros nos estúdios de design daqui e da Alemanha. A geração que chega agora ao mercado já estava planejada havia cerca de dois anos e se integra à identidade visual da VW pelo desenho dianteiro e pelas novas lanternas traseiras. Quando acesas à noite, é possível perceber de longe que se trata de carros Volkswagen.

img21913

As versões 1.0 de Gol e Voyage estão mais equipadas desde o modelo de entrada. O hatch parte de 27.990 e o sedã, de R$ 29.990. Nesta mesma ordem, suas opções 1.6 começam agora em R$ 31.890 e R$ 34.590.

A montadora faz segredo sobre o montante investido nas mudanças, que não se restringem à aparência externa. O motor de 1.000 cc chama-se agora 1.0 TEC e recebeu modificações visando à redução de atrito.

Como consequência, tornou-se até 4% mais econômico na versão normal e até 8% se equipado com o pacote BlueMotion Technology. “A arquitetura eletrônica dos carros também mudou”, recorda o presidente da Volkswagen do Brasil, Thomas Schmall. Outra alteração significativa: Gol e Voyage tornam-se os primeiros automóveis no Brasil a utilizar tecidos para forração de bancos e laterais de portas feitos a partir de garrafas PET recicladas.

Mas tem um detalhe que atrapalha demais o brilho desse pioneirismo: essa matéria-prima chega importada em contêineres porque o Brasil ainda não tem fornecedores que atendam aos requisitos necessários para a produção dos tecidos, que foram desenvolvidos durante dois anos em parceria com fornecedores locais da montadora.

A Volkswagen sabe que terá um trabalho difícil para manter o Gol à frente: “A responsabilidade quando se tem a liderança sempre é grande”, afirma o gerente de marketing, Henrique Sampaio. A concorrência do Voyage também não dá moleza. A montadora afirma que o número de oponentes do sedã passou de dez em 2008 para 15 em 2012. “Seria ótimo se pudéssemos ter aumentado sua distância entre eixos nessa mudança”, admitiu em tom de brincadeira a vice-presidente de marketing e vendas, Jutta Dierks.

Ela sabe que o Voyage sofre cada vez mais a concorrência de modelos com preços competitivos e muito espaço para os joelhos de quem viaja no banco traseiro. Chevrolet Cobalt, Fiat Grand Siena e Nissan Versa são bons exemplos.

Confira mais fotos na galeria de fotos.

Fonte: AutomotiveBusiness

Fotos: Carplace

Tags:

Compartilhe:

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin
*Os comentários dos usuários não representam a opinião da APS Distribuidora, a responsabilidade é integralmente do autor da mensagem.

Deixe um comentário

Abrir chat
1
Chame no WhatsApp!
Olá 👋
Como podemos ajudar?