GM apresenta o novo Cruze argentino. Chega ao Brasil no segundo semestre

Com motor 1.4 turbo de 150 cv, nova geração do sedã será produzida na fábrica de Santa Fé

10/05/2016 - 13:32min

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin

img28446

Como prometido a General Motors apresentou na noite de ontem (03) a nova geração do Chevrolet Cruze argentino. A cerimônia, descrita como o dia mais importante da marca na América Latina, aconteceu na região de Santa Fé. É lá onde fica localizada a fábrica que vai produzir o sedã em série a partir de junho. Com investimento de US$ 750 milhões da matriz, a unidade também será a responsável por abastecer o mercado brasileiro, que recebe o carro no segundo semestre.

img28447

Apesar das mudanças importantes na plataforma e dimensões, o grande destaque do novo Cruze é o motor 1.4 turbo com injeção direta, capaz de despejar 150 cv e 24,5 mkgf de torque, presente em todas as versões do sedã na Argentina. Os hermanos contam com opção de câmbio manual ou automático, ambos de seis marchas. Aqui, a marca deve manter a estratégia atual e oferecer apenas o último.

NOVA GERAÇÃO

Outra novidade importante é a nova plataforma D2XX, modular para carros de tração dianteira da GM, e que teve o desenvolvimento chefiado pelos alemães da Opel. Apesar da nova arquitetura, os sistemas de suspensão são os mesmos: McPherson na frente e eixo de torção atrás. Não espere, portanto, o refino de Focus e Civic na absorção de impactos, por exemplo.

img28448

A nova base também permitiu que o Cruze crescesse, principalmente para dar mais espaço ao pessoal que vai atrás, uma das grandes falhas do modelo atual. São 6,8 cm a mais no comprimento, sendo 1,5 cm só no entre-eixos e 5,1 cm a mais na área dos joelhos de quem senta no banco traseiro.

Tal qual um adolescente na puberdade, o Cruze perdeu peso ao mesmo tempo em que ficou maior. O que é notável para um carro médio, que não usa materiais exóticos como alumínio ou fibra de carbono em sua construção. Só a carroceria perdeu 24 kg, enquanto 20 kg foram reduzidos no motor e outros 11 kg economizados na transmissão. No total, o novo sedã médio é 113 kg mais leve que o antecessor.

Com o novo motor e a renovada transmissão automática de seis marchas, a GM promete “consumo de popular” para o novo Cruze. A dupla também deve trazer a aceleração até os 100 km/h para a casa dos oito segundos. Número muito melhor que os atuais 11,3 s.

Entre os itens de segurança estão os freios ABS com EBD, controle de estabilidade, air bags frontais, e sistema de fixação Isofix. Sistema OnStar – que estreou recentemente no Brasil – e segunda geração do MyLink também estão no pacote.

Tags:

Compartilhe:

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin
*Os comentários dos usuários não representam a opinião da APS Distribuidora, a responsabilidade é integralmente do autor da mensagem.

Deixe um comentário

Abrir chat
1
Chame no WhatsApp!
Olá 👋
Como podemos ajudar?