Vendas seguem ritmo forte em 2013 

No acumulado do ano emplacamentos cresceram 11,9% sobre 2012

25/02/2013 - 09:20min

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin
img23297

Os emplacamentos de automóveis, comerciais leves, caminhões e ônibus no acumulado de 2013 já avançaram 11,9% sobre período similar de 2012, com 462,4 mil unidades vendidas até o dia 20 de fevereiro, segundo dados do registro nacional de veículos (Renavam) divulgados na quinta-feira, 21, pela Fenabrave, a associação dos concessionários, que sempre considera fechada a primeira metade de cada mês somente depois de transcorridos 11 dias úteis.

Considerando só a primeira metade útil de fevereiro, foram emplacados 150,97 mil veículos, o que representou queda de 4,6% ante as 158,3 mil unidades registradas nos primeiros 11 dias úteis de janeiro passado, mas avanço de 4,1% na comparação com os 144,9 mil emplacamentos de igual período de 2012.

Embora a base de comparação entre as primeiras quinzenas de janeiro e fevereiro seja a mesma (11 dias úteis), o carnaval no começo do mês acabou por desaquecer as vendas, pois no período existem três dias úteis mornos, de quarta a sexta-feira, subsequentes ao feriado, quando normalmente são realizados menos negócios. Comprova isso a redução do volume da média diária de emplacamentos, que caiu de 14.391 nos primeiros 11 dias úteis de janeiro para 13.724 em idêntico intervalo deste fevereiro.

É provável que essa média aumente na segunda quinzena, mas como só faltam seis dias úteis até o fim de fevereiro, não resta muito tempo para recuperação. O mês inteiro somará apenas 17 dias úteis, enquanto fevereiro de 2012 teve 18. Com isso, se ritmo agora retornar ao pico de 14,4 mil emplacamentos por dia verificado em janeiro, a projeção para fevereiro encosta nos 238 mil veículos vendidos, o que ficaria abaixo do mesmo período de 2012 (249,5 mil).

SEGMENTOS DE MERCADO

O segmento de veículos leves foi o que mais cresceu no acumulado do ano até a primeira metade útil de fevereiro. Foram emplacados 439,8 mil automóveis e utilitários, com avanço de 12,9% sobre o mesmo intervalo de 2012. Nos primeiros 11 dias úteis deste mês o resultado foi de 142,9 mil emplacamentos de leves, o que representou queda de 5,4% ante igual período de janeiro, mas expansão de 4,5% na comparação com 2012.

As vendas de caminhões e ônibus aceleraram na primeira metade de fevereiro, com expansão de 12,6% sobre o mesmo período de janeiro, mas foi registrada queda de 2% ante fevereiro de 2012 e recuo de 4,9% no acumulado de um mês e meio de 2013 contra igual intervalo do ano passado.

Os números ainda refletem a troca da legislação de emissões para motores diesel que entrou em vigor em janeiro de 2012. No primeiro trimestre do ano passado ainda era permitido o faturamento para as concessionárias de veículos comerciais com motorização Euro 3, mais baratos, que foram produzidos para estoque até o fim de 2011. Por isso os níveis de vendas naquela época se mantiveram um pouco maiores do que agora, quando só modelos Euro 5, mais caros, estão disponíveis. Contudo, o aquecimento das vendas caminhões e ônibus na primeira metade de fevereiro, em comparação com janeiro, prenuncia a esperada retomada dos negócios este ano.

Os emplacamentos de caminhões no acumulado de 2013 (de 1º de janeiro a 20 de fevereiro) somaram 18,5 mil unidades, com queda de 4,8% sobre período similar de 2012. Nos primeiros 11 dias úteis de fevereiro, foram feitas 6,35 mil lacrações, um aumento de 6,5% sobre idêntico período de janeiro, e queda de 1,7% ante o mesmo mês do ano passado.

O mercado de ônibus segue tendência parecida. Foram emplacadas 4 mil unidades no acumulado de 2013, o que representa recuo de 5,4%. Mas na primeira quinzena os negócios aceleraram, com 1,67 mil chassis vendidos e forte expansão de 44% sobre os primeiros 11 dias úteis de janeiro. Contudo, na comparação com o mesmo mês de 2012, houve retração de 3,3%.

Fonte: www.automotivebusiness.com.br

Tags:

Compartilhe:

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin
*Os comentários dos usuários não representam a opinião da APS Distribuidora, a responsabilidade é integralmente do autor da mensagem.

Deixe um comentário

Abrir chat
1
Chame no WhatsApp!
Olá 👋
Como podemos ajudar?