São Paulo 2012: de Acura a VPG, os destaques de todas as marcas

Veja os destaques de cada uma das 43 marcas de dez países que estão presentes no 27º Salão Internacional do Automóvel de São Paulo 2012

26/10/2012 - 15:34min

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin
img22736


Acura – A marca de luxo da Honda trouxe o novo NSX. Com sua cabine envidraçada inspirada no “cockpit” do caça norte-americano F16, o esportivo de dois lugares é um híbrido de tração integral com um design mais que agressivo. A Acura não deve ser comercializada tão cedo no Brasil, mas a presença do NSX, do sedã ILX e utilitário esportivo LDX sugerem que a Honda começa a sondar o terreno para seu desembarque no país.

img22618


Audi – A marca das quatro argolas exibe no Anhembi os principais modelos de sua vasta linha de 43 diferentes versões de veículos oferecidos no mercado nacional. Destaque para a versão Quattro do hatch compacto A1, com duas portas e tração integral, os sedãs S6, S7 e S8 – versões esportivas do A6, A7 e do A8 –, o esportivo conversível R8 GT Spyder e para a “avant première” nacional do A3 Sport que será lançado em janeiro de 2013. Com motor 1.8 TFSI de 180 cv com injeção direta multiponto, o hatch médio de três portas reúne algumas das mais modernas tecnologias construtivas da marca alemã e abusa dos materiais leves.

img22620


BMW – A marca bávara aproveita o Salão de São Paulo para atualizar a sua linha em relação ao resto do mundo. A gama da Série 6, por exemplo, foi atualizada com o Gran Coupé e a M6, respectivamente o cupê de quatro portas e esportivo de 560 cv. Além deles, destaque para o utilitário X3 com motor 2.0 turbo de 245 cv, o hatch M135i, de 320 cv e uma reestilização do X6. A BMW ainda confirmou a venda do ActiveHybrid 3, variante híbrida do Série 3 com motor a combustão de 306 cv e um elétrico de 55 cv. Entretanto, o que mais chamou a atenção durante a apresentação da BMW foi a confirmação da construção da fábrica da marca em Araquari, Santa Catarina. As obras começam em abril de 2013 e os primeiros modelos saem da linha de produção no fim do ano seguinte.

img22622


Changan – A maior novidade da marca chinesa – antigamente chamada de Chana no Brasil – é o subcompacto chinês Mini Benni, que deve chegar no início de 2013 ao Brasil, com preço a partir de R$ 25 mil. Em seus reduzidos 3,52 metros de comprimento, carrega uma boa lista de equipamentos, entre eles, ar-condicionado, direção eletro-hidráulica, trio elétrico, faróis de neblina, rodas de 13 polegadas, airbag duplo, freios ABS e CD Player MP3. O pequeno hatch desembarca em duas versões: GL, de entrada, e GLS. A Districar, representante da marca no Brasil, pretende construir uma fábrica em Linhares, no Espírito Santo.

img22624


Chery – Os chineses da Chery não estão para brincadeiras. Em três anos no mercado nacional, a marca já comercializa uma gama de cinco veículos no Brasil: QQ, S-18, Face, Cielo e Tiggo. No Salão, a novidade da vez é a pré-estreia do compacto Celer, o primeiro Chery a ser produzido na fábrica da marca em Jacareí, no interior paulista, que será inaugurada no final 2013 e terá capacidade para produzir 150 mil veículos por ano. Com versões hatch e sedã, o compacto terá motorização 1.5 Flexfuel e já começa a ser comercializado no início de dezembro, inicialmente importado da China. O protótipo de utilitário esportivo TX, com linhas aerodinâmicas e modernosas, também merece uma boa espiada.

img22626


Chevrolet – Projetado para o mercado brasileiro, o hatch compacto Onix chega para morder uma fatia no lucrativo segmento de carros populares. E chega com vontade. Suas 10 versões ficam entre R$ 29.900 – a LS 1.0, equipada com direção hidráulica, airbags frontais e freios com ABS e EBD – e R$ 41.990, caso do “top” LTZ 1.4 automático. A Chevrolet ainda trouxe o utilitário esportivo Trailblazer em única versão, com sete lugares e duas opções de motor, um deles um inédito V6 de 3.6 litros e 239 cavalos.

img22628

img22630


Chrysler – A gigante norte-americana foi outra a baixar em peso em São Paulo. A maior novidade foi o utilitário médio-grande Durango. O modelo chega para brigar no segmento acima do Journey, mas é equipado com o mesmo V6 Pentastar de 3.6 litros e 286 cv. Além dele, o sedã 300C, o Jeep Wrangler, as picapes RAM 2500 também marcaram presença. Para coroar a participação do grupo no evento, a nova geração do poderoso SRT Viper chamou bastante atenção.

img22632

img22634
img22636
img22638
img22640


Citroën – Criado a partir do sedã C5, o DS5 é um crossover garboso, com design aerodinâmico, direção suave e, principalmente, muito luxo a bordo. Vem com bancos de couro, um grande console central, acabamento de qualidade e amplo espaço interno. A marca francesa trouxe para o Salão de São Paulo um modelo híbrido que combina um motor diesel com outro elétrico. Juntos somam 200 cv de força. Mas somente duas versões a gasolina desembarcam no Brasil em 2013: a THP 155 e a THP 200, números que remetem à potência de cada uma delas.

img22643


CN Auto – A representante paulista das marcas chinesas Hafei e Jinbei levou ao Salão a Towner reestilizada. Ela deverá ter todas as versões – escolar, picape, cabine dupla, minivan e furgão – nacionalizadas a partir de 2014, com o início da produção em Linhares, Espírito Santo. A Jinbei Topic também apareceu em São Paulo com uma leve reestilização na frente, mas não está nos planos imediatos da CN Auto.

img22645

img22647


Fiat – A Fiat penou para achar novidades para exibir em seu estande. Tanto é que teve que apelar para as subsidiárias Ferrari e Maserati na tentativa de aumentar o apelo de sua área no Anhembi. Trouxe os conversíveis 458 Spider e GranCabrio Sport, ambos com motor V8 e visual arrebatador. Com a marca Fiat, o destaque é o 500C, o novo conversível mais barato do Brasil, por R$ 57.900. O pequeno retrô conta com um teto de lona retrátil que é rebatido eletricamente. O motor 1.4 MultiAir com 105 cv e 13,6 kgfm de torque é aliado a uma transmissão automática de seis velocidades. Também estão por lá séries especiais para Grand Siena, Linea, Uno e Palio, além de um conceito mais “nervoso” de um Bravo.

img22649

img22651
img22653


Ford – A marca norte-americana não economizou na edição desse ano do evento paulistano. Trouxe para o Anhembi o novíssimo Fusion 2013 – inclusive em uma versão híbrida, que chegará ao Brasil em abril do ano que vem –, o renovado New Fiesta sedã e o novo Focus sedã que começa a ser produzido na Argentina em 2013 –, além dos recentemente apresentados EcoSport, Ranger e Edge. Já os “gringos” Mustang Boss Laguna Seca, Fiesta ST Concept e o Evos Concept cumprem a missão de atrair a atenção.

img22653

img22657


Great Wall – Estreante no mercado brasileiro, a chinesa Great Wall levou para seu estande o Haval M4, seu primeiro modelo a ser comercializado por aqui. Trata-se de um pequeno utilitário esportivo de visual simpático mostrado no último Salão de Pequim. Ele tem 3,90 m de comprimento e motor 1.5 litro de 106 cv. O câmbio é manual de cinco marchas, que manda força para as rodas dianteiras. Estão previstas versões com câmbio automático de quatro marchas e tração integral.

img22659


Haima – A marca chinesa teve como destaque o Haima 2, um hatch compacto que deverá ser produzido a partir de 2014 na fábrica construida pela importadora Districar em Linhares, no Espírito Santo. Além dele, o sedã compacto Haima 3 e o jipinho Haima 7 também foram apresentados – ambos são cotados para desembarcarem logo no Brasil. Junto aos Haima, deverão ser produzidos os carros da Changan – antiga Chana – na mesma unidade capixaba.

img22661


Honda – A marca japonesa aproveitou o Salão para mostrar a versão Twist do Fit. O pacote adiciona traços aventureiros ao comportado monovolume, como novos para-choques, rodas maiores e apliques plásticos na lateral. Para o início de 2013, a Honda reservou novas versões topo de linha do Civic, com o motor 2.0 litros de 155 cv já conhecido do crossover CR-V, mas bicombustível. O novo Accord também deu as caras, com lançamento previsto para meados do ano que vem. Aos entusiastas, a marca reservou para 2014 o novo Civic Si, trazido dos Estados Unidos com motor 2.4 de 201 cv.

img22663


Hyundai – A marca sul-coreana aproveita a visibilidade que tem tido com o recente lançamento do HB20 para mostrar a primeira variante do compacto. O HB20X é uma versão aventureira do modelo, com para-choques bojudos e caixas de rodas mais marcantes. O motor é o 1.6 de 128 cv com câmbio manual ou automático. No estande da Hyundai ainda sobrou espaço para as novas gerações de i30 e Santa Fe. Ambos chegam com preço bem superior ao dos carros que aposentam, mas, de acordo com a própria fabricante, com esperança de manter o sucesso comercial.

img22665


JAC Motors – Enquanto sua fábrica baiana não fica pronta, a marca chinesa anuncia o desembarque do J2, com motor 1.4 16V VVT de 108 cv. Com pouco mais de 3,5 metros de comprimento e 915 kg de peso, o subcompacto chega às lojas em dezembro, com diversas possibilidade de personalização através de adesivos na carroceria. No final de novembro ocorrerá o descerramento da pedra fundamental da unidade industrial de Camaçari, com inauguração prevista para 2014.

img22667


Jaguar Land Rover – O grupo inglês controlado pela indiana Tata Motors traz novidades para ambas as marcas. A Jaguar anuncia que o controle da operação comercial brasileira deixa de pertencer à empresa brasileira SHC – do empresário Sérgio Habib, proprietário das três concessionárias nacionais da Jaguar, que controla também as marcas JAC Motors e Aston Martin no Brasil. Agora, a responsabilidade pelas vendas no mercado nacional passa às mãos da própria Jaguar Land Rover. Como novidade em termos de produto, a marca de esportivos exibe o novo F Type, apresentado mundialmente no último Salão de Paris, em setembro. Já a Land Rover, embalada pelas boas vendas do Evoque no Brasil e no mundo, apresenta no evento paulistano o Range Rover Vogue, seu renovado “top” de linha. Entendimentos avançados sobre a construção de uma unidade industrial no Brasil foram confirmados pelo CEO da Jaguar Land Rover no Brasil, Flávio Padovan.

img22669

img22671


Kia – Um dos destaques da Kia no evento paulistano foi o Quoris, sedã de alto luxo que introduz a marca sul-coreana em um segmento novo. Com visual semelhante ao BMW Série 7, ele será lançado no primeiro trimestre de 2013, quando terá seu preço revelado. A fabricante ainda mostrou a nova geração do Cerato, que chega ao mercado nacional na mesma época e ganha as belas linhas do designer Peter Schreyer. O motor continua sendo o 1.6 de 128 cv. Através de seu presidente, José Luiz Gandini, a Kia também revelou que tem planos de levantar uma fábrica no Brasil para escapar dos 30% extras de IPI previstos pelo programa Inova Brasil.

img22673

img22675


Lexus – Apesar de não ser uma grande novidade, o grande destaque da divisão de luxo da Toyota no Salão é o superesportivo LFA e seu V10 de 560 cv. O modelo, que tem carroceria feita de fibra de carbono, acelera de zero a 100 km/h em 3,6 segundos e atinge os 325 km/h. Outro atrativo é o CT200h, a versão da Lexus para o Prius. Com o mesmo conjunto híbrido do Toyota, o CT200h chega ao Brasil em novembro por R$ 149 mil. A Lexus ainda mostra a profunda reestilização do sedã grande LS460L, que passa a custar R$ 490 mil.

img22677

img22679


Mahindra – O destaque da marca indiana é o utilitário XUV500. Com sete lugares e promessa de alguma sofisticação, ele tem motor diesel de 140 cv e câmbio manual de seis marchas. Além dele, a nova picape Genio, de design controverso, foi mostrada em versões com cabine simples e dupla. O SUV médio Quanto também esteve presente. Ele tem motor 2.2 litros diesel de 120 cv e traz de série equipamentos como ar-condicionado, airbags frontais, freios ABS e até sistema start/stop.

img22681


Mercedes-Benz – Mesmo ainda sendo um conceito, o modelo com maior apelo mercadológico no estande da Mercedes é o CSC. A razão disso é que ele dará origem ao CLA, sedã feito na plataforma do Classe A. A venda no Brasil é provável e até a produção do modelo por aqui não está descartada. Além dele, destaque para o lançamento mundial da SLS AMG 45th Anniversary. Como o próprio nome já diz, trata-se de uma versão comemorativa dos 45 anos da AMG. Com foco para o uso nas pistas, só serão feitas cinco unidades no mundo, uma delas destinada ao Brasil – já vendida por cerca de R$ 2,4 milhões.

img22683


Mini – A marca inglesa da BMW levou para o Salão o Paceman, a variante mais esportiva e de duas portas do Countryman. Ele chega somente nas versões Cooper e Cooper S, com 123 cv e 186 cv extraídos do 1.6 turbinado. Como no Countryman, o motor mais potente também pode mandar força para as quatro rodas na versão ALL4. Além dele, a Mini mostrou o Cabrio Highgate, uma variante mais exclusiva do hatch conversível com motor de 186 cv e aposta no luxo associado à discrição.

img22685


Mitsubishi – Mais do que qualquer veículo específico, o destaque da Mitsubishi no Salão de São Paulo é a intenção da marca de dobrar as suas vendas de carros no Brasil até 2015. Com investimentos de R$ 1,1 bilhão, a MMC Automotores do Brasil, representante da marca japonesa no país, pretende comercializar 100 mil carros daqui a três anos. Para isso, vai fazer em Catalão, no estado de Goiás, o utilitário ASX a partir do meio do ano que vem. Por agora, a empresa anunciou a chegada da linha 2013 do próprio ASX importado, com a dianteira ligeiramente reestilizada.

img22687


Nissan – A marca japonesa se acariocou. Além de anunciar a mudança de sua sede brasileira da cidade paranaense de São José dos Pinhais para a zona portuária da cidade do Rio de Janeiro, a Nissan exibiu uma versão Rio 2016 do hatch compacto March, que faz alusão aos Jogos Olímpicos – dos quais a Nissan é um dos patrocinadores. Mas os destaques do estande são o renovado sedã Altima, que será lançado no mercado brasileiro no ano que vem, e o crossover conceitual Extrem, desenvolvido no Brasil sobre a plataforma do March e do Versa.

img22689


Peugeot – A maior estrela do estande da marca foi a aparição especial do 208 GTI. O modelo usa o mesmo conjunto mecânico do badalado Citroën DS3, com o 1.6 THP de 165 cv. Além dele, o novo 208 – recém mostrado na Europa e que será produzido também em Porto Real, no Rio de Janeiro – já tem data para começar a ser vendido no Brasil. Ele deve chegar às concessionárias da marca ainda no primeiro semestre de 2013, para concorrer no segmento de compactos superiores, hoje povoado por Chevrolet Sonic, Ford Fiesta e Citroën C3. Ele, no entanto, não aposenta o antigo 207, que deve ter sobrevida entre os hatches de entrada.

img22691


Porsche – A grande atração do estande da marca alemã é a nova versão do maior ícone da história da Porsche. Trata-se do 911 Carrera 4S, apresentado na versões cupê e conversível. Já os fãs dos utilitários esportivos de alto luxo darão mais atenção para o novo Cayenne GTS, com seu V8 de 420 cv.

img22693


Rely – A divisão de veículos comerciais da chinesa Chery marcou presença no Salão de São Paulo. A gama composta por pequenas picapes, minivans – de 7 e até 14 lugares, como a H5 – e furgões prometem versatilidade e agilidade para entregas rápidas em centros urbanos congestionados. O primeiro modelo vendido no Brasil será a Pick-Up.

img22696


Renault – A marca francesa exibe no Salão do Automóvel a reestilização do Clio como seu principal destaque. O compacto ganhou nova frente, com clara inspiração na quarta geração do próprio Clio, lançada no Salão de Paris e reservada apenas para o público europeu. O conjunto mecânico continua composto pelo valente motor 1.0 16V de 80 cv e câmbio manual de cinco relações. A esperada versão esportiva do Fluence, chamada de GT, também dá as caras no Anhembi. Com preço de R$ 79.270, o sedã esportivo de 180 cv e 30,6 kgfm de torque chega às revendas no final do mês. Outra novidade é o D-Cross, conceito feito em cima do Duster. O utilitário ganha rodas maiores, barras no teto, suspensão elevada e uma pequena reestilização na frente. O protótipo pode inspirar um eventual face-lift do modelo.

img22699

img22701
img22703


S. Auto – Sediada no Rio de Janeiro, a importadora pretende trazer para o Brasil veículos de quatro marcas chinesas: Landwind, Changhe, Jonway e Shuanghuan. Um dos mais divertidos é “modelo de entrada” da empresa, o Shuanghuan Noble Nano. Virtual “clone” do Smart Fortwo, o subcompacto terá preços a partir R$ 37.990 na versão básica e R$ 42.900 na versão Cross – com direito a estepe pendurado na tampa da mala. O utlilitário esportivo compacto Jonway A380, a quadrática minivan compacta Changhe Coolcar EX e o SUV médio Landwind X8 complementam a linha. A S. Auto informa que já existem até agora oito concessionárias nomeadas para comercializar seus modelos, a partir de janeiro.

img22705

img22707
img22709
img22713


Smart – Sem novidades mundiais, a marca alemã controlada pela Daimler se limitou a mostrar em São Paulo sua linha de simpáticos supercompactos, hoje composta pelas variantes do Fortwo. A gama começa no Mhd, com motor de três cilindros de 1.0 litro e 71 cv e segue até o Cabrio Tritop, este equipado com o mesmo motor, mas dotado de turbo, que eleva a potência para 84 cv. Os preços variam entre R$ 52.500 e R$ 72.900.

img22711


SsangYong – O sedã Chairman deve desembarcar no Brasil em 2013, junto com a renovada picape Actyon Sports. O Chairman – com mais de cinco metros de comprimento – terá preços na casa dos R$ 200 mil. A marca também divulgou os planos de construção de uma fábrica no país, em Linhares, Espírito Santo, em parceria com a Districar – atual importadora dos SsangYong para o Brasil. De lá, além dos próprios Chairman, Actyon Sports e o SUV Rexton, sairão também carros das marcas chinesas Changan e Haima.

img22715


Subaru – Atualmente com atuação muito discreta no Brasil, a marca japonesa tenta ganhar mercado com a nova geração do Impreza, seu carro mais renomado. Com fama no mundo dos ralis, o médio tem tração integral e motor boxer – com cilindros contrapostos – de 2.0 litros e 155 cv. A transmissão é CVT e o novo Impreza custa R$ 100 mil. Além da variante sedã, a marca japonesa mostrou um crossover na mesma plataforma, chamado de XV. Este tem preço de R$ 110 mil.

img22717


Suzuki – Um dos principais destaques da Suzuki em São Paulo é o anúncio do início da produção brasileira do Jimny. Em um primeiro momento, o utilitário será feito em parceria na fábrica da Mitsubishi, em Catalão, para só depois ser feito em Itumbiara, também no estado de Goiás. Apesar de ser nacionalizado, ele mantém o preço de R$ 54.790, bem como o conjunto mecânico composto de um motor 1.3 16V de 85 cv. Também no estande da fabricante japonesa estava o conceito G70, apresentado pela primeira vez no Salão de Genebra deste ano. O modelo, que tem visual retrô, pode dar origem a um compacto da Suzuki no futuro.

img22719


Toyota – Preocupada em rejuvenescer a marca, a Toyota finalmente parece que vai lançar no Brasil o híbrido Prius, que já ameaça vir há anos. O recém-lançado Etios também surge em várias versões no estande da marca japonesa. Já o inusitado conceito “ecologicamente correto” iiMo tem como destaque a projeção de imagens provenientes de tablets ou celulares na carroceria. Dessa forma, a Toyota afirma que o iiMo é um carro interativo e customizável diariamente.

img22721


Troller – A marca cearense controlada pela Ford apresenta o T4 2013, com nova motorização e equipamentos, o carro-conceito TR-X e o T4 vencedor da última edição do Rally dos Sertões. A nova linha do utilitário esportivo tem como principal novidade o motor 3.2 diesel com turbo de geometria variável, 2 cavalos mais potente – agora são 165 cv – e adequado ao padrão de emissões Proncove L6. Na parte visual, o T4 recebe grade dianteira e aplique do para-choque em novas cores. Ele também passa a vir de série com snorkel e peito de aço, antes oferecidos apenas como acessórios. A linha 2013 do utilitário T4 já está disponível em toda a rede da marca pelo preço de R$ 92.490, com frete incluso.

img22723


Volkswagen – A Volkswagen levou todo o seu arsenal para o Salão de São Paulo. A estrela da marca foi o Taigun, um utilitário compacto conceito montado sobre a plataforma do Up!. O novo carro, com produção confirmada – mas ainda sem data –, tem na mira SUVs compactos como o Renault Duster e Ford Ecosport. Além dele, a marca mostrou o novo Gol duas portas, responsável pela aposentadoria definitiva do antiquado “Geração 4”. Outro a dar as caras foi o novo Fusca, que teve as versões com motor 2.0 turbo de 200 cv e câmbio manual ou o automatizado DSG de dupla embreagem mostradas ao público. Apesar de ter presença anunciada, a Seat, marca espanhola do Grupo Volkswagen, fez “no show”.

img22725

img22727
img22729


Volvo – A marca sueca aposta suas fichas em São Paulo no novo V40, apresentado no Brasil em setembro. A moderna perua conta com diversos sistemas tecnológicos de segurança, inclusive um que aciona um airbag externo em caso de atropelamento, para reduzir o impacto sobre quem é atropelado. Foi apresentado também o aplicativo Volvo on Call que permite interagir com os carros – para saber o nível de combustível ou se as janelas estão fechadas – através de smartphones e tablets. Em caso de roubo, o carro pode ser rapidamente localizado e até bloqueado.

img22731


VPG MV-1 – O MV-1 é um táxi norte-americano especialmente adaptado para o atendimento a deficientes físicos. Ele é capaz de levar até seis passageiros e duas cadeiras de rodas que entram no veículo através de uma rampa retrátil. O motor é um V8 da Ford de 4.6 litros e 250 cv, que pode ser movido a gás natural. Com esse combustível, a autonomia pode chegar a 400 km. A ideia da marca é expor o modelo para possíveis aplicações no Brasil.

img22733

Fonte: www.motordream.uol.com.br

Tags:

Compartilhe:

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin
*Os comentários dos usuários não representam a opinião da APS Distribuidora, a responsabilidade é integralmente do autor da mensagem.

Deixe um comentário

Abrir chat
1
Chame no WhatsApp!
Olá 👋
Como podemos ajudar?