Renault Master Minibus Executive: A terceira via das vans

15/06/2022 - 08:27min

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin

O segmento de vans de passageiros tem nomes bem conhecidos, mas que são os mesmos há alguns anos. A Renault Master foi uma das mais recentes a entrar neste jogo para brigar com Fiat Ducato (e as gêmeas Peugeot Boxer e Citroën Jumper) e Mercedes-Benz Sprinter. A opção francesa passou por mudanças importantes no começo do ano para renovar a briga.

A Renault Master Minibus Executive é a opção de passageiros da linha 2023. Nesta configuração, leva 15 passageiros mais motorista e tem preços partindo de R$ 281.300. O modelo testado ainda estava equipado com o Pack Luxo, que acrescenta mais R$ 6.350. Vale destacar que a Master é feita no Brasil, em São José dos Pinhais (PR), enquanto as rivais são importadas do México (Fiat), Uruguai (Peugeot e Citroën) ou Argentina (Mercedes).

O que a Renault Master Minibus Executive traz?

Na última atualização, a linha Master da Renault ganhou um visual repaginado. Mesmo que  silhueta e a traseira tenham se mantido sem alterações, a dianteira foi refeita e a van recebeu uma cara mais “bicuda”. Os faróis retangulares modernizaram a frente da van e ganharam luzes diurnas de LED. Acompanhando as mudanças, há um novo capô e um novo para-choque frontal.

A cabine também recebeu novos elementos para o condutor. No interior, o volante foi repaginado e está com design mais sofisticado e multifuncional. Por sua vez, a manopla de câmbio traz acabamento em preto brilhante. O painel de instrumentos recebeu tela de 3,5” de TFT configurável com informações de computador de bordo que remete ao SUV Renault Duster.

Opcionalmente, é possível adicionar uma central multimídia de 7” com conectividade com sistemas Apple CarPlay e Android Auto, além de TV digital integrada. Este opcional é o Pack Luxo. Além da multimídia, acrescenta ainda itens como câmera de ré, sensor de estacionamento traseiro, controle de cruzeiro com função de limitador de velocidade e faróis de neblina.

A Renault também reforçou a lista de equipamentos de segurança de série da Master na linha 2023. Agora, são de fábrica itens como controle de estabilidade (ESP), controle de tração (TCS), assistente de partida em rampas (HSA), sistema anti-capotamento (RMI), assistente de tração de reboque (TSM), assistente de aderência prolongada em partida (EGD), freios com ABS com auxílio à frenagem de urgência (AFU), controle adaptativo de carga (LAC) e sistema estabilizador de vento lateral (CWS).

O motor 2.3 dCi turbodiesel foi revisado com a introdução do novo ano-modelo. Ele utiliza corrente para o comando de válvulas e ganhou um cabeçote com novo formato. A alteração foi necessária para dar suporte ao novo sistema de injeção Common-Rail, que trabalha com pressões maiores, chegando a 2.000 bar. O coletor de admissão foi refeito para otimizar o fluxo de ar para o motor. Bomba de óleo, anéis e pistões receberam revisão para gerarem menos atrito ou perdas parasitárias.

Com isso, a nova Renault Master 2023 tem um propulsor entregando 136 cv a 3.500 rpm (ganho de 6 cv em relação ao anterior) e 36,7 kgfm a 1.500 rpm (aumento de 16%). Além disso, a marca promete menor consumo e o sistema de filtragem de partículas (EGR) também é novo. O câmbio é sempre manual de 6 velocidades, enquanto a tração é dianteira.

Entre os itens de série, a versão de passageiros da Master 2023 já vem com assentos reclináveis para todos os ocupantes, direção com assistência eletro-hidráulica e ar-condicionado com comando individual para a área de ocupantes. Por se enquadrar como micro-ônibus pela capacidade de passageiros e ter um Peso Bruto Total de 3.750 kg (considerado veículo pesado), a versão Minibus Executive ainda tem mais dois equipamentos obrigatórios: faixas refletivas nas laterais e tacógrafo.

A Renault Master de passageiros é oferecida sempre com a carroceria mais comprida e o teto mais alto (L3H2). Sendo assim, suas medidas são 6.198 mm de comprimento, 4.332 mm de entre-eixos, 2.492 mm de altura e 2.070 mm de largura. A última fileira de bancos é elevada e abre espaço para um bagageiro de 1.000 litros. As rodas são de aço com 16 polegadas, calçadas por pneus de medida 225/65.

O tanque é o menor da linha Master, com 80 litros de capacidade, e ainda há o tanque para Arla 32, com 20 litros. O peso em ordem de marcha da Minibus Executive é de 2.508 kg, com 1.242 kg de carga útil. No entanto, a versão não está homologada para puxar trailers.

Como anda?

Primeiro vamos aos temas de ordem prática. Qualquer veículo com capacidade para mais que 9 passageiros incluindo motorista exige CNH D. A Master Minibus Executive, por ser enquadrada como micro-ônibus é considerada veículo pesado. Então é preciso se atentar para as regras específicas, como limites de velocidade mais baixos e o uso das faixas mais à direita.

Olhando as novas linhas da Renault Master, a dianteira passa um ar mais moderno e atualizado, por mais que apenas a frente tenha mudado. Por dentro, é preciso lembrar que se trata de um veículo de trabalho, mas alterações no volante e outros elementos da cabine foram pensados para melhorar um pouco a ergonomia do motorista.

Dada a proposta utilitária, é perdoável o uso de plásticos rígidos que são até mais longevos. É relativamente simples encontrar uma posição confortável para guiar, apesar de não haver ajuste para a lombar nem encosto de braço. A central multimídia cumpre a função, mas é fornecida por uma terceirizada. Por conta disso, não tem a melhor resolução nem é tão rápida nas respostas do software. Como não é um equipamento original da Renault, a Master também não traz mais a aleta atrás do volante para os comandos do rádio, tornando a tarefa de usar a tela mais distrativa.

Os passageiros viajam bem, seja nos dois assentos da frente ou nas fileiras traseiras, mas os bancos são relativamente estreitos, como é o padrão para veículos voltados para fretamento. Todos reclinam e as laterais têm acabamento plástico para não deixar a lata exposta onde as pessoas viajam. No entanto, a parte interna das portas traseiras não traz esse acabamento. Inclusive a área do bagageiro não traz acabamento algum. Nesse ponto, uma Mercedes-Benz Sprinter é melhor.

Mesmo com o acabamento simples, a cabine da Master Minibus é relativamente silenciosa, considerando sua proposta, mas não há luxos. A 90 km/h, velocidade máxima regulamentada para esse tipo de veículo, não há ruídos de vento ou vibrações transmitidas para o motorista ou os passageiros. Isso se dá também pelo entre-eixos alongado, que suaviza o balanço da carroceria. Por outro lado, manobrar a Master em espaços apertados é mais difícil pelo mesmo motivo. Por sorte, a visibilidade para fora e a dos espelhos é boa, só que vale lembrar que a câmera de ré é opcional.

Uma das vantagens da Master sobre uma Sprinter, por exemplo, é que a unidade de ar-condicionado não fica exposta no teto, então não é preciso se preocupar tanto com a altura. Mas, claro, galhos mais baixos ainda vão exigir cautela na hora de trafegar.

Não consegui juntar 15 amigos para testar a Master completamente cheia, mas com 9 ocupantes, o novo motor 2.3 fez pouco caso da “carga”. Acelera bem e poderia facilmente acompanhar veículos menores na estrada se fosse legalmente possível. No entanto, mesmo com a turbina tendo geometria variável, é perceptível a sua entrada em ação por volta das 2.000 rpm.

Nas trocas de marcha, é preciso esticar um pouco além disso para manter a turbina cheia. O câmbio de 6 marchas tem engates um tanto borrachudos, mas são leves e não cansam, o que é mais importante para quem vai ficar o dia inteiro operando a van. Com uso majoritariamente urbano e sem carga, o consumo da Renault Master Minibus ficou em 9,9 km/l, de acordo com o computador de bordo.

Conclusão

Se você quiser mais refinamento, terá que pagar mais na Sprinter. Se a prioridade for preço, a Fiat Ducato atende, mas oferece menos equipamentos. Dentro desse cenário, a nova Renault Master Minibus Executive se apresentou como uma boa terceira via para o segmento, avançando em equipamentos de segurança e permanecendo competente em desempenho e conforto.

Tags:

Compartilhe:

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin
*Os comentários dos usuários não representam a opinião da APS Distribuidora, a responsabilidade é integralmente do autor da mensagem.

Deixe um comentário

Abrir chat
1
Chame no WhatsApp!
Olá 👋
Como podemos ajudar?