Fiat Uno 2015 – O tempo não para 

Com sistema start/stop e câmbio automatizado, Fiat Uno se moderniza para acirrar briga dos compactos

12/09/2014 - 18:10min

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin
img26646

O segmento de automóveis compactos no Brasil evoluiu. E muito. A chegada de novos “players” – como Ford Ka, Volkswagen Up e Hyundai HB20 – e a mudança do perfil dos compradores fez com que o “sarrafo” ficasse mais alto. Itens como trio elétrico, ar-condicionado e direção hidráulica passaram de primordiais a corriqueiros.

Hoje, eles já são oferecidos com transmissão robotizada, sistema multimídia e uma “penca” de outras tecnologias.

De olho nesse cenário, a Fiat promoveu uma pequena revolução com um dos seus principais produtos: o Uno, terceiro carro mais vendido da marca no país. A partir desse mês, o carrinho chega às concessionárias com novas versões, tecnologia start/stop – é o primeiro veículo produzido no Brasil a adotar tal modernidade, também inédita em motores bicombustíveis – e opção do câmbio automotizado Dualogic Plus.

Ainda, de quebra, um “tapa” no visual.

img26648

As principais novidades da linha 2015 do Uno tangem o aspecto tecnológico.

Com um equipamento encontrado apenas em modelos com etiquetas de preço bem mais “polpudas”.

Caso do sistema start/stop, que vem de série apenas na inédita versão Evolution.

O recurso desenvolvido pela alemã Bosch desliga e religa propulsor automaticamente em paradas rápidas, como semáforos ou no trânsito pesado das grandes cidades.

De acordo com a marca italiana, esse processo resulta em uma redução do consumo de combustível de até 20%, além de diminiuir o nível de emissões de gases.

Outra solução técnica demorou seis anos para chegar no Uno. A transmissão automatizada Dualogic foi lançada em 2008 no Fiat Stilo e, quatro anos depois, ganhou melhorias e um Plus na nomenclatura. Agora em 2014, o mais recente desenvolvimento do câmbio está disponível nas configuração Way e Sporting do novo Uno, ambas com motorização 1.4. Aí outra surpresa. Em vez da tradicional alavanca, o sistema agora é controlado totalmente por botões instalados no console central. Disposição já utilizada em outros carros da Fiat na Europa – como o 500 Abarth, por exemplo. Há cinco teclas: Automático/Manual (A/M), Drive (D), Neutro (N), Ré (R) e Sport (S). Para facilitar a vida que vai conduzir o Uno há ainda paddle-shifts, que permitem trocar as cinco marchas manualmente por meio das “borboletas” atrás do volante.

Assim como os outros modelos da gama da Fiat equipados com esta transmissão, a caixa robotizada traz as funções Creeping, em que basta tirar o pé do freio e o carro anda lentamente e Auto-Up Shift Abort, que identifica uma rápida retomada de velocidade e aborta a troca para uma marcha superior, mantendo acelerações mais vigorosas, inclusive em ultrapassagens, com o motor em rotação mais elevada. Já em situações normais, o sistema prioriza a troca por marchas superiores para assegurar economia de combustível com o motor em rotação mais baixa.

Além do ganho tecnológico para um carro de entrada, a Fiat ainda teve tempo de dar uma pequena mexida no visual do Uno. Nada muito profundo. O compacto segue com o estilo Round Square, onde as formas quadradas têm as arestas arredondadas, porém com um toque mais refinado. Os faróis ficaram maiores e agora englobam as luzes de pisca. Já o capô ficou com as laterais mais elevadas e “vincadas” para dar maior robustez ao carrinho. A grade, por sua vez, está separada do para-choque, que também foi redesenhado. Atrás, as luzes da lanterna – agora em alto-relevo – foram rearranjadas para deixar o Uno mais moderno. O novo design externo ainda pode ser complementado com faróis com máscara negra, retrovisores na cor cinza e até grade e anéis dianteiros na cor preta. Além disso, o spoiler traseiro e as faixas adesivas no capô e na tampa traseira podem dar mais personalidade ao pacato modelo.

img26650

Mas talvez a maior evolução do Uno seja o habitáculo. A começar pelo novo quadro de instrumentos, que agrega um display LCD e 3,5 polegadas em alta resolução. A tela tem a função dar indicações do veículo. Dependendo da versão, informações como nível de combustível, temperatura do motor, auxílio para troca de marcha, mensagens do sistema start/stop, do câmbio Dualogic Plus e até da conexão Bluetooth aparecem no pequeno visor. No centro do painel, o rádio integrado ganhou um espaço maior, agora de 2DIN. O novo volante multifuncional foi criado especialmente para a linha 2015 em três acabamentos distintos, todos com textura e empunhadura mais agradáveis. Os materiais usados no interior transmitem maior sensação de qualidade, assim como a nova padronagem dos bancos.

Em relação à gama, são sete versões. As novas são a Attractive 1.0 e a Evolution 1.4, com o exclusivo start/stop. A Way continua com as motorizações 1.0 e 1.4. A topo de linha é a Sporting 1.4. A estas cinco somam-se as duas versões Uno Vivace 1.0 flex – de duas e quatro portas –, que não adotam as mudanças estéticas, mas já são linha 2015. Os propulsores Evo continuam com a mesma potência e torque. O 1.0 8V flex entrega 73/75 cv e 9,5/9,9 kgfm com etanol. No 1.4, os números sobem para 85 cv/12,4 kgfm com gasolina e 88 cv/12,5 kgfm com etanol.

img26651

Preços:

Vivace (duas portas, modelo antigo) – R$ 26.370
Vivace (quatro portas, modelo antigo) – R$ 28.500
Atrative 1.0 – R$ 30.990 Way 1.0 – R$ 31.490
Way 1.4 – R$ 34.990
Evolution 1.4 – R$ 34.990
Sporting 1.4 – R$ 36.650

Primeiras impressões

A maior mudança na linha 2015 do Uno está no interior. Os instrumentos foram redesenhados e os comandos do vidro saíram da coluna central para a porta – onde sempre ficam mais fáceis de achar. Os materiais usados nos revestimentos também evoluíram bem e o carrinho agora trasnsmite mais sensação de qualidade e requinte. O espaço interno continua a ser um destaque do modelo – a Fiat consegue um aproveitamento admirável de todas as áreas disponíveis no compacto. Tecnicamente, as novidades mais expressivas são o sistema start/stop – disponível apenas na versão Evolution 1.4, com câmbio manual – e a nova transmissão automatizada, oferecida nas versões para Way 1.4 e Sporting.

O start/stop do Uno Evolution tem suas singularidades: funciona com um câmbio manual e com um motor flex, além de ser o primeiro automóvel produzido no Brasil a oferecer o sistema. Que, por sinal, mostrou funcionamento bastante preciso durante a avaliação. Quando o motorista para num sinal e põe o carro em pornto morto, rapidamente o motor desliga para reduzir consumo de combustível e emissões de poluentes. Assim que o motorista pisa na embreagem para engatar a primeira, o motor liga-se instantaneamente. Pode causar alguma estranheza em quem não está acostumado ao ver o carro “apagar” quando colocado em ponto morto, mas é de uma racionalidade incontestável – principalmente no “para e anda” do trânsito das grandes cidades.

Já a caixa automatizada, avaliada em uma versãoo Sporting, também tem lá as suas peculiaridades. A alavanca foi suprimida e dá lugar a cinco botões no console central: Drive, Neutral, Reverse, Automatic/Manual e Sport. Nos primeiros minutos a bordo, é natural que a mão do motorista procure a alavanca do câmbio, sem achar. Mas o entendimento da transmissão automática com o motor, que já era bem correto no modelo anterior, parece estar ainda melhor agora. O botão Manual/Automatic serve para definir a forma de mudar as marchas, enquanto o Sport faz as mudanças automaticamente, só que “estica” e faz as trocas em giros mais elevados. Para quem gosta de se sentir mais no controle da situação para dirigir de um modo mais esportivo, a possibilidade de mudar as marchas através das “borboletas” no volante resolve o problema. Aí o motor 1.4 “sobra” no Uno e permite alguma diversão para quem gosta de andar ligeiro.

img26654
img26653

Fiat Uno Sporting

img26671
img26670
img26669

Fonte: www.motordream.uol.com.br

Tags:

Compartilhe:

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin
*Os comentários dos usuários não representam a opinião da APS Distribuidora, a responsabilidade é integralmente do autor da mensagem.

Deixe um comentário

Abrir chat
1
Chame no WhatsApp!
Olá 👋
Como podemos ajudar?