5 Defeitos Mais Comuns no Eletroventilador do Radiador

07/04/2017 - 13:05min

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin

img31215

Uma das peças mais importante dentro do funcionamento no ar condicionado automotivo, a ventoinha do radiador desempenha tarefas necessárias como a função de arrefece o radiador e impedir que o motor do veículo sobreaqueça.

Grande número de veículos hoje em dia possui um sistema de ar condicionado automotivo com uma ventoinha incorporada no radiador, a ventoinha fica responsável por acelerar a passagem do ar externo pelo radiador e apressar a troca de calor da água para o ar.

A ventoinha do radiador possui um pequeno motor elétrico que faz com que a ventoinha trabalhe apenas quando é estritamente necessário, um dos prováveis momentos de sua utilização é quando o automóvel está parado no trânsito, e tem como objeto fazer com que o motor não sobreaqueça.

A parte elétrica da ventoinha danificada.

Fazem parte da ventoinha do radiador dois fios de alimentação que são positivo e negativo e cada um tem aproximadamente 12 volts de corrente contínua. Um voltímetro é usado para verificar se os dois têm ou não a presença de corrente, em muitas situações pode existir algum tipo de defeitos nesses componentes e que podem está relacionada com os fios de alimentação, pois também é preciso observar em que condições se encontra a relé da ventoinha.

Sendo assim, se a relé da ventoinha não apresentar qualquer corrente, o defeito pode está relacionada com os fios da ventoinha, e dessa forma precisam de ser trocados.

No entanto, se for constatado que a tensão da relé da ventoinha esta normal, a ventoinha tem algum tipo de defeito e precisa de ser trocada.

Também podemos observar que a tensão normal da ventoinha do radiador é de cerca de 12 volts. É se for o caso do medidor de voltagem informar 12 volts, o defeito não é a potência e a ventoinha deve ser substituída.

img31216

Fizemos uma lista com os cinco principais defeitos na ventoinha do radiador e também entenda como é possivel resolve-los.

A ventoinha travada sem funcionar

Em muitos casos é possível notar que a ventoinha não se move e passa um bom tempo assim, esse tipo de observação pode esta equivocado. A ventoinha pode estar ligada e funcionando normalmente, porém quando o veículo é novo o seu funcionamento é silencioso o que dificulta perceber seu movimento fazendo com que o motorista não perceba seu funcionamento.

É aconselhável que seja realizado um exame na revisão periódica para comprovar se a ventoinha do radiador esta funcionando adequadamente.

O fusível da ventoinha do radiador

Quando existir a suspeita que algum componente do sistema não mantém seu funcionamento normal, é possível que esse defeito esteja relacionado ao fusível. Sendo assim, é necessário verificar o estado do fusível correspondente.

A sua localização, em muitos veículos, esta na caixa de fusíveis acima da bateria, é possível retira-lo usado um extrator de fusível. É preciso verificar a lâmina de metal no interior do fusível, caso o invólucro do fusível seja transparente ou pode ser usado um testador de fusível para verificar o funcionamento do fusível se o invólucro do fusível é opaco.

O nível do liquido refrigerante no sistema

Em muitos casos, onde a ventoinha do radiador pode apresentar defeitos, esta relacionado ao nível do liquido refrigerante que pode ter sofrido uma redução devido a vazamentos.

Para evitar esse problema, é necessário verificar com regularidade o nível do liquido de arrefecimento do motor do veículo. O nível do liquido refrigerante deve está mais perto do nível máximo para que seja possível evitar o sobreaquecimento do motor do automóvel.

O sensor de temperatura sem funcionar

Este é um dos defeitos mais comuns que conduz ao sobreaquecimento do motor de um veículo.

O sensor de temperatura do ar condicionado do carro tem a função de controlar e informar a temperatura no sistema e isso vai determinar o trabalho da ventoinha do radiador. Se o sensor não estiver funcionando, a ventoinha também não funcionará, pois como a ventoinha trabalha para manter a temperatura do motor, ela não sabe se a temperatura é quente o suficiente para exigir a sua ativação.

O sensor da temperatura tem a sua localização na tampa do termóstato do veículo e, para que seja possível realizar testes, é necessário desligar os fios que o constituem e depois conectá-los.

Se no ato de juntar os fios a ventoinha do radiador começar a funcionar, isso significa que o sensor de temperatura tem qualquer tipo de defeito e precisa de ser imediatamente substituído.

Em caso de dúvidas entre em contato com nosso centro automotivo e tenha acompanhamento dos nossos técnicos com mais de vinte anos de experiência em ar condicionado automotivo e radiadores.

Tags:

Compartilhe:

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin
*Os comentários dos usuários não representam a opinião da APS Distribuidora, a responsabilidade é integralmente do autor da mensagem.

1 comentário em “5 Defeitos Mais Comuns no Eletroventilador do Radiador”

  1. Luci_medeiros@icloud.com

    Boa noite. Estou com o eletroventilador do meu carro fazendo uma zoada terrível, levei na Nissan e me disseram que precisa traçar a peça toda. Está faltando no mercado. Qual é o problema que pode causar se eu continuar usando o carro com esse defeito?

Deixe um comentário

Abrir chat
1
Chame no WhatsApp!
Olá 👋
Como podemos ajudar?