Volvo aposta em retomada da construção civil

Novo VM de 32 toneladas chega para atender o segmento

27/06/2016 - 15:16min

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin

Equipado com caixa I-Shift e motor de 330cv, a Volvo apresentou esta semana o novo VM com PBT (Peso Bruto Total) de 32 toneladas, 5,3 toneladas a mais de capacidade de carga que a versão anterior. Na configuração de eixos 6×4, a novidade chega prometendo ser o caminhão mais leve da categoria e, portanto, com maior capacidade de carga levando entre 275 quilos a 1050 quilos a mais que seus concorrentes diretos.

A aposta da montadora é que a retomada do mercado de caminhões aconteça primeiro na construção civil, daí esta complementação de linha justamente para atender a este segmento: “No mês de junho a curva do nível de confiança do empresariado, segundo dados da CNI – Confederação Nacional da Indústria – inverteu positivamente e o governo já anunciou que retomará as parcerias público privadas para obras de infraestrutura”, argumentou Bernardo Fedalto, diretor de caminhões da Volvo no Brasil, durante o lançamento.

img28580

É importante lembrar também que o setor de construção civil tem um peso de 6% no PIB, o mesmo do agronegócio. Com uma vantagem: emprega 7% da mão de obra contra 4% do setor agropecuário.

“É um setor que precisa de caminhões com capacidade de carga intermediária e adequada a aplicações onde a intensidade e a severidade não exigem veículos de maior potência”, complementa Álvaro Menoncin, gerente de engenharia de vendas da Volvo América Latina.

img28581

Revista Carga Pesada Volvo VM_32_Ton eixo traseiroO novo VM recebeu reforços nas suspensões e eixos dianteiro de viga reta – mais altos – e traseiros com redução nos cubos. O eixo dianteiro, que na versão anterior, suportava 6,7 toneladas, agora está preparado para 8 toneladas. Os eixos traseiros, que antes eram projetados para 20 toneladas, no veículo novo suportam 24 toneladas. No total, são 5,3 toneladas a mais de capacidade de carga.

Os eixos traseiros têm também redução nos cubos e vêm de fábrica com bloqueio de diferencial entre rodas e entre eixos. Esta condição confere ao transportador um conjunto mais robusto e com maior durabilidade. “É o caminhão com o maior PBT técnico em sua categoria”, afirma Francisco Mendonça, gerente de caminhões Volvo no Brasil. Os eixos do novo VM são os mesmos que equipam a famosa linha FMX da marca.

A suspensão, dimensionada para 8 toneladas, tem molas parabólicas de alta capacidade, amortecedores de dupla ação e barra estabilizadora.

A caixa I-Shift é a mesma que está presente em quase 100% dos caminhões FH e FMX que saem da linha de produção. Na linha VM, a transmissão também é um sucesso. “Em apenas três anos, a caixa eletrônica já alcança cerca de 80% da produção do VM”, diz Francisco Mendonça, gerente de caminhões Volvo no Brasil.

O preço de tabela é de R$ 285 mil, segundo a área comercial, alinhado com os concorrentes.

Tags:

Compartilhe:

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin
*Os comentários dos usuários não representam a opinião da APS Distribuidora, a responsabilidade é integralmente do autor da mensagem.

Deixe um comentário

Abrir chat
1
Chame no WhatsApp!
Olá 👋
Como podemos ajudar?