Radiador de Óleo: Como Funciona e Quais Cuidados Você Deve Ter

Você sabe o que é um radiador de óleo?Neste artigo, falaremos sobre uma peça do veículo que pode ajudar bastante no funcionamento do motor.Será que o seu carro possui radiador de óleo? E, se não tem, vale a pena instalar?

17/12/2020 - 13:47min

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin
img51899

Afinal, para que serve o radiador de óleo?

O Que é Radiador de Óleo?

Radiador de óleo é uma espécie de arrefecedor que possui um tamanho menor do que o radiador principal.

Radiador de óleo é uma espécie de arrefecedor que possui um tamanho menor do que o radiador principal.

O radiador de óleo “nutre” o motor com óleo em uma temperatura adequada.

Lembre-se de que o óleo não tem a função de apenas lubrificar o motor.

A outra função é servir de fluido de arrefecimento para peças diferentes, como árvore de cames, hastes e pistões e mancais.

Obviamente, o objetivo, nessa função, é fazer o motor funcionar melhor.

O curioso é que grande parte dos carros brasileiros não tem essa peça instalada de fábrica.

Os radiadores de óleo são mais facilmente encontrados em veículos que possuem reboque.

Por outro lado, se você tem interesse nele, não é difícil encontrar na internet à venda.

Os valores podem variar bastante, entre R$ 120 e quase R$ 2 mil.

Isso acontece em razão do modelo de veículo.

Mas, apesar de o nome parecer sugerir, o radiador de óleo não é uma necessidade para os carros que foram fabricados sem ele.

Em outras palavras, o radiador de óleo é uma peça que facilita o funcionamento do motor, mas é opcional.

Entretanto, já houve casos em que ele se tornou obrigatório por outros motivos.

Dentre esses casos, quando a montadora cometeu um erro no projeto de fabricação do carro.

Foi o caso do Mitsubishi Lancer. O problema era um superaquecimento da transmissão. E qual foi a solução?

O uso do radiador de óleo passou a ser uma recomendação para atenuar o problema.

Mas se você tiver outro carro, quando vale a pena investir em um radiador de óleo?

Se você for usar o veículo com muita frequência e de forma intensa, é recomendada a instalação do radiador de óleo para melhor controlar a temperatura do motor.

Se você usa o carro no dia a dia e não fez mudanças na mecânica, não vale a pena instalar o radiador a óleo.

Uma dica importante é dada pelo mestre em engenharia mecânica Felipe Hoffmann neste artigo do site Best Cars.

Ele menciona a necessidade de se estar atento para a qualidade da instalação. Conforme Felipe, as conexões e mangueiras de óleo que se rompem trazem enorme prejuízo, tanto para o dono do veículo quanto para os outros que podem derrapar no óleo derramado.

E isso nos leva a outra dica importante: sempre procure um mecânico de confiança para realizar qualquer mudança no seu veículo.

Como Funciona o Radiador de Óleo

img51901

Todos os motores dos veículos possuem partes móveis que precisam ser lubrificadas com óleo.

Você consegue adivinhar a razão disso?

É simples: o óleo reduz a possibilidade de desgaste e de travamento do motor.

Isso acontece porque ele faz com que todas as partes móveis entrem em movimento sem causar atrito.

Além dessa finalidade, o óleo também serve para absorver calor de determinadas partes do veículo e resfriá-las.

É isso mesmo.

O óleo do motor interage diretamente com as partes aquecidas do motor do veículo.

Em razão disso, a temperatura do óleo é bastante alta.

O óleo fica tão quente que até mesmo ultrapassa a temperatura da água do arrefecimento.

Na maioria dos carros que circulam no Brasil, o óleo trabalha em uma temperatura de aproximadamente 90 graus.

Mas isso pode variar, é claro.

A temperatura do óleo do veículo pode aumentar quando o motor do carro é muito exigido.

Vamos dar um exemplo para melhor entendimento.

Imagine que você está dirigindo em um aclive (subida) e não tem muita experiência como motorista.

Sem saber controlar a velocidade, você acelera demais e conduz o veículo em uma marcha errada.

Se você agir assim, estará exigindo demais do motor e a temperatura do óleo aumentará mais do que 90 graus.

Alguns modelos (principalmente carros turbo de fábrica) possuem radiador de óleo ou trocador de calor para o óleo.

Toda a vez que a potência do motor é aumentada, uma consequência é a geração de mais energia e calor que vai alterar a temperatura do óleo.

Mas o que acontece se a temperatura do óleo aumentar demais?

A viscosidade do óleo irá se alterar e até mesmo ultrapassar a temperatura máxima de trabalho.

A consequência disso é que o motor não será lubrificado da forma como deveria.

Se a temperatura aumentar para mais do que 115 graus, o óleo do motor ficará cada vez mais fino e perderá qualidade.

Além disso, a pressão do óleo também baixará e o filme do óleo, que protege o motor do atrito e das partes móveis, será rompido.

A questão é que a temperatura do óleo do carro turbo, por exemplo, facilmente ultrapassa 110 graus.

Por isso, o radiador de óleo é tão importante para a “saúde” desse tipo de veículo.

Afinal, como já lembramos antes, o radiador de óleo tem a função de resfriar o óleo do motor.

No mercado, há uma série de tipos de radiadores disponíveis. Falarei melhor sobre eles no próximo tópico.

Vantagens e Desvantagens

img51902

A grande vantagem do radiador de óleo é ajudar a resfriar o óleo do motor de forma mais eficiente.

Isso contribui para dar maior potência ao motor.

Se você utiliza o carro com muita frequência por longos períodos de tempo, o radiador de óleo vai ajudar também e economizar combustível.

Não existem desvantagens no uso do radiador de óleo desde que ele seja bem instalado e você faça a manutenção do motor de forma periódica.

Se não cuidar da manutenção do radiador de óleo, você será obrigado a gastar ainda mais com o conserto da peça.

Ou pode ser pior: imagine se o motor acaba estragando.

Problemas no motor podem gerar grande prejuízo para as suas finanças.

Por isso, é muito importante que você tome cuidados específicos com o radiador, a fim de evitar problemas futuros.

Para facilitar, acompanhe as dicas que selecionei nos próximos tópicos.

Conclusão

Neste artigo, você descobriu quais são as vantagens e desvantagens de instalar um radiador de óleo no seu carro.

Também, aprendeu que ele tem a função de melhorar o funcionamento do seu veículo ao diminuir a temperatura do motor.

Embora não acompanhe de fábrica todos os modelos, pode ser uma opção interessante para alguns carros.

Abordamos, ainda, os diferentes tipos de radiadores e as melhores formas de evitar problemas no radiador de óleo e no radiador de arrefecimento.

Com tudo isso, fica uma grande lição: nunca se esqueça de fazer a manutenção preventiva no seu carro.

Isso pode poupar você de uma série de problemas que vão muito além do sistema de arrefecimento do veículo.


Fonte:doutormultas.com.br


Tags:

Compartilhe:

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin
*Os comentários dos usuários não representam a opinião da APS Distribuidora, a responsabilidade é integralmente do autor da mensagem.

Deixe um comentário

Abrir chat
1
Chame no WhatsApp!
Olá 👋
Como podemos ajudar?