Gol Rallye e Saveiro Cross têm novo motor 

EA 211 1.6 usa bloco de alumínio e rende até 120 cv com etanol

27/03/2014 - 15:13min

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin
img25493

Em junho de 2013 a Volkswagen havia mostrado ao Brasil um Fox BlueMotion equipado com o novo motor 1.0 de três cilindros, que neste ano passou a equipar o compacto Up!. A estreia agora é da versão de quatro cilindros dessa família de propulsores.

Com cabeçote de duplo comando e 16 válvulas, o novo EA 211 1.6 está na linha 2015 do Gol Rallye e da picape Saveiro Cross. “Eles foram escolhidos porque sugerem bom desempenho”, afirma o gerente executivo de desenvolvimento, José Loureiro. Com 120 cv quando abastecido com etanol, ele é menos potente que as unidades 1.6 de 16 válvulas que equipam HB20 (128 cv), Citroën C3, Peugeot 208 (ambos com 122 cv) e Ford New Fiesta (130 cv).

A introdução do EA 211 1.6 resultou em algumas modificações nos dois carros, como freios a disco nas quatro rodas (que agora são de série em toda a linha Saveiro), coxins hidráulicos, isolamento acústico mais eficiente, novo sistema de exaustão e embreagem redimensionada.

Os novos Gol Rallye e Saveiro Cross chegam em duas semanas à rede Volkswagen, assim como outras opções da linha 2015, caso do pacote Fun, para Gol e Voyage, e da versão Evidence, exclusiva do sedã.

A Volkswagen ficou devendo os preços. Vai informar somente na próxima semana, provavelmente na virada para abril. Vale dizer que a versão anterior do Gol Rallye tem preço mínimo sugerido de R$ 48.970 e a da Saveiro Cross, de R$ 51.890. A Volkswagen faz segredo sobre os próximos carros a receber o motor mais potente.

NOVO 1.6 TAMBÉM É FEITO EM SÃO CARLOS

img25495

EA 211 1.6 tem bloco e cabeçote de alumínio, quatro válvulas por cilindro e injeção FlexStart Bosch, capaz de pré-aquecer o combustível, dispensando tanquinho de gasolina para partida a frio.

Assim como os EA 111 e a versão 211 de três cilindros, o novo propulsor também é produzido na fábrica de motores da VW em São Carlos (SP). A pré-série teria começado já em 2013. Em uma apresentação técnica, com dois destes motores desmontados, viam-se componentes importados de diferentes países, como bomba e filtro de óleo alemães, além de itens do Japão, da Itália e da República Tcheca, por exemplo. A engenharia não soube informar o atual índice de nacionalização, mas acredita que ele crescerá com o aumento da produção.

Embora tenha o mesmo diâmetro e curso do EA 111 1.6, o novo motor utiliza bloco e cabeçote de alumínio. “Ele pesa 15 quilos a menos. Só o bloco responde por 14 kg dessa redução”, afirma o gerente executivo de engenharia, Roger Guilherme. Outra diferença importante está no cabeçote de 16 válvulas, com duplo comando, sendo o de admissão continuamente variável.

Ele produz 16 cv a mais que a versão anterior, que tem comando único no cabeçote e oito válvulas. Assim como já ocorre na versão EA 211 1.0, o novo 1.6 também utiliza o sistema de injeção eletrônica Bosch FlexStart, capaz de pré-aquecer o combustível, eliminando a necessidade do tanquinho de gasolina para partida a frio. Outro ponto em comum entre o três e o quatro cilindros é o duplo circuito de arrefecimento, independente para o bloco e o cabeçote. A bomba d’água é a mesma para os dois motores. O novo 1.6, no entanto, utiliza um radiador de óleo que o 1.0 não tem.

COMUNICAÇÃO (ELETRÔNICA) ENTRE FORNECEDORES

Com a linha 2015 do Gol Rallye nasceu a versão 2 de seu câmbio automatizado I-Motion. “Há maior precisão na comunicação entre a central eletrônica do motor (que é Continental) e a do câmbio automatizado (que é Magneti Marelli). Há novos mapas para trocas de marcha, com respostas mais rápidas ao comando do motorista, quando, por exemplo, ele deixa de acelerar e freia”, diz Roger Guilherme, comparando as novas trocas e respostas do sistema a um motorista mais experiente.

“Foi um trabalho intenso com os fornecedores; a TRW, que fornece o ABS, também participou desse desenvolvimento”, recorda Loureiro. Segundo os engenheiros, a VW especificou aos fornecedores o tipo de comunicação e o que esperava em comportamento do veículo.

EQUIPAMENTOS

img25497


Fonte: www.automotivebusiness.com.br

Tags:

Compartilhe:

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin
*Os comentários dos usuários não representam a opinião da APS Distribuidora, a responsabilidade é integralmente do autor da mensagem.

Deixe um comentário

Abrir chat
1
Chame no WhatsApp!
Olá 👋
Como podemos ajudar?