Frota brasileira de veículos mais que dobrou nos últimos 10 anos 

O Brasil encerrou 2011 com uma frota de 70,5 milhões de veículos 

05/03/2012 - 08:31min

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin
img20713

Segundo dados do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), o Brasil encerrou 2011 com uma frota de 70,5 milhões de veículos, entre automóveis, comerciais leves, caminhões, ônibus, carretas e motocicletas. Este número é 121% maior na comparação com a frota que circulava pelo país em 2001: 32 milhões de veículos.

A população brasileira, no entanto, cresceu 12% neste mesmo período. Isso significa que a relação de veículos por habitante saltou de um para cada cinco indivíduos em 2011 para pouco mais de um veículo para cada três habitantes no ano passado. Levando em conta apenas os automóveis e comerciais leves, o Brasil conta agora com um carro para cada cinco habitantes, ante um para cada oito há dez anos.

O maior avanço aconteceu entre as motocicletas. A frota cresceu espantosos 304%, saltando de 4,5 milhões de unidades em 2001 para 18,3 milhões no ano passado. Como reflexo deste aumento, os motoqueiros já encontram dificuldades para estacionar nas grandes cidades. A Associação dos Motociclistas do estado do Rio de Janeiro, por exemplo, estima que a oferta de vagas de estacionamento para motos não acompanha o crescimento da frota.

O aumento da frota também se reflete na qualidade de vida da população. Uma pesquisa da Organização Mundial de Saúde aponta que quase 30% dos habitantes da Região Metropolitana de São Paulo apresentam transtornos mentais decorrentes do ritmo de vida alucinado da metrópole. Os casos mais comuns envolvem transtornos de ansiedade e de comportamento, mas há também o transtorno explosivo intermitente, causado principalmente por situações de estresse no trânsito.

Mas não é só no eixo Rio-São Paulo que o aumento da frota ganha contornos significativos. Os estados de Tocantins, Maranhão, Amapá, Acre, Piauí e Pará cresceram o dobro da média brasileira em relação ao número de veículos em circulação. No Tocantins – o campeão de expansão –, a frota saltou de 104 mil veículos em 2001 para 437 mil em 2011 – crescimento de 318%.

Enquanto isso, estados como Rio, São Paulo e Paraná apresentaram alta abaixo da média nacional de 121%, demonstrando que já há indícios de saturação de veículos nos grandes centros brasileiros. Em São Paulo, que detém a maior frota do país, o volume de veículos foi de 11,3 milhões para 21,9 milhões em dez anos (+ 94%). Minas Gerais, com a segunda maior frota, possuía 3,4 milhões de veículos em circulação em 2001 e agora comporta 7,6 milhões (+ 124%).

Fonte: MotorDream

Tags:

Compartilhe:

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin
*Os comentários dos usuários não representam a opinião da APS Distribuidora, a responsabilidade é integralmente do autor da mensagem.

Deixe um comentário

Abrir chat
1
Chame no WhatsApp!
Olá 👋
Como podemos ajudar?