Audi Q3 Sportback 2.0T: Do jeito que todo amante de Audi gosta

14/07/2022 - 14:15min

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin

RG nacional, motor certo

Tanto que a Audi está tratando essa nova linha do Q3 quase como um relançamento do SUV. Existem alguns outros motivos para isso, como o retorno de sua montagem em São José dos Pinhais (PR), em regime SKD com peças importadas da Hungria, e a estreia da Sportback, versão cupê que estava disponível apenas no RS Q3 até então.

O mais importante para os clientes, porém, é que o Q3 volta a ter um motor 2.0 turbo com sistema de tração integral quattro, sob demanda. O motor é o EA888, conhecido 2.0 turbo, mas em uma geração mais recente e moderna, com 231 cv e 34,7 kgfm de torque, um belo ganho na comparação com o anterior 1.4 turbo e seus 150 cv e 25,5 kgfm, além do próprio sistema de tração integral sob demanda.

O câmbio também é novo. A caixa automática, com conversor de torque, tem 8 marchas e tem pontos positivos e negativos quando o comparamos ao S-Tronic de dupla embreagem. No restante, o Q3 Sportback é basicamente o mesmo carro que conhecemos em 2020, a não ser obviamente pelo caimento da traseira. Plataforma MQB A2, suspensão independente nas 4 rodas, assim como discos ventilados em todas elas, são pontos elogiáveis e conhecidos.

Toda essa teoria forma um conjunto interessante na prática. Desde a primeira geração, o Audi Q3 se destaca pela dirigibilidade e, com a geração feita sobre a plataforma MQB A2, melhorou consideravelmente isso. Para um SUV que não está em sua versão esportiva, o Q3 Sportback dobra pouco a carroceria nas curvas mais fechadas, apesar de uma tendência a sair de frente quando colocado no limite. Mas quando isso acontece, a tração quattro aciona o eixo traseiro, que trabalha sob demanda, para empurrar o SUV para seu lugar.

Não é a tocada do RS Q3, mas tem o DNA da Audi. O lado ruim é que ele sofre um pouco nos buracos mais profundos, não chegando ao final de curso de amortecedores, mas perceptível que algumas buchas e borrachas estão trabalhando mais do que gostariam naquele momento. A direção elétrica é direta, se comunica com o motorista de forma satisfatória e leve em manobras. Para o Brasil, a suspensão foi elevada em 18,5 mm na dianteira e 13,5 mm na traseira.

231 cv que andam, 231 cv que bebem

Motor 2.0 turbo e sistema de tração integral formam uma bela dupla nas arrancadas. Em nosso teste, o Q3 Sportback marcou 7,5 segundos no 0 a 100 km/h, uma melhora considerável na comparação com o Q3 e seu antigo 1.4T (9,9 segundos), além de simplesmente se lançar ao soltar os freios, trabalho da tração. Não é um carro leve, com 1.676 kg em 4,50 metros de comprimento.

O Q3 Sportback tem o seletor de modos de condução. No Efficiency, ele privilegia o consumo. O câmbio trabalha em baixas rotações e faz trocas uma sobre a outra de uma forma que pouco se percebe que isso acontece. Suave, a 60 km/h ele já está na sexta marcha e apontando para a sétima, usando o torque em baixas rotações para locomover o SUV de quase 1.700 kg.

Em alguns momentos, ele parece preguiçoso abaixo das 1.500 rpm pelo turbolag, mas ou afunde um pouco mais o acelerador ou faça reduções pelas aletas no volante e ele acorda. Sem eletrificação, o Q3 Sportback ainda depende do câmbio para responder, principalmente em retomadas em rodovias se estiver neste modo mais econômico de condução. Econômico? Não muito, na verdade.

Com gasolina, o Q3 Sportback, no modo Efficiency, marcou 7,7 km/litro na cidade e 12,2 km/litro na estrada, este último ajudado bastante pela oitava marcha que reduz as rotações em velocidade de cruzeiro – a 120 km/h, são 2.000 rpm marcadas no painel. Não são números animadores, mas quando lembramos dos 231 cv, sistema de tração integral (mais pesada e com mais perdas) e 1.700 kg, até que não está longe do esperado, mas a eletrificação já é uma realidade entre os premium.

Q3 de sempre, seja bom ou não tão bom

Na Europa, onde e para quem o Q3 Sportback nasceu, os SUVs compactos são tratados como carros para solteiros, deixando para os médios a proposta familiar. Por isso que o Q3 Sportback, com 4,50 m de comprimento e 2,68 de entre-eixos, priorizou o espaço dianteiro, com grande e confortáveis bancos, e deixou o banco traseiro o suficiente para dois adultos com certo aperto para as pernas. Saída de ar-condicionado garante conforto, mas um túnel central alto prejudica quem precisar levar um quinto elemento.

Até comparado a SUVs compactos generalistas, o Q3 Sportback não é exemplo de espaço no banco traseiro. O Sportback tem trilhos para deslizá-lo, mas serve mais para variar o espaço do porta-malas, que chega aos 530 litros, esse sim um bom ponto dentro do segmento e de seu porte.

O acabamento é bom, apesar de ter mais plástico rígido que o esperado nesta faixa de preço, principalmente no console central e nas portas, que ao menos é emborrachado. O painel de instrumentos de 10,25″ faz par com o sistema multimídia de 8,8″, com espelhamento por fios e sem carregador por indução, além de um ar-condicionado de duas zonas. Seu visual remete ao Q8, o maior SUV da Audi, e é um charme que foge da neutralidade.

Mas não espere um carro barato. A Audi diz que os clientes estão procurando mais o Q3 Sportback, mesmo ele custando R$ 315.990 e R$ 339.990 em duas versões, sendo testada a Performance Black, topo. Tem o pacote visual S-Line interno e exterior, rodas de 19″, teto-solar, porta-malas elétrico, faróis fullLEDs e outros itens. Como opcional para o Performance Black, o pacote Advanced, de R$ 15 mil, adiciona o piloto automático adaptativo, alerta de saída de faixas e o sistema de som assinado pela SONOS.

O Audi Q3 voltou a ser o que sempre gostaram dele, um SUV premium com bom motor e um toque de esportividade tão conhecido da marca. Chega em um momento onde a concorrência já olha a eletrificação, mas não perde seu charme por isso, só o consumo. A carroceria Sportback é a mais procurada nesta nova fase do Q3 e conversa com o estilo mais esportivo de condução. Não é barato, mas é bom.

Tags:

Compartilhe:

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin
*Os comentários dos usuários não representam a opinião da APS Distribuidora, a responsabilidade é integralmente do autor da mensagem.

Deixe um comentário

Abrir chat
1
Chame no WhatsApp!
Olá 👋
Como podemos ajudar?