Análise: veja os sedãs médios mais vendidos no Brasil em 2021

14/01/2022 - 08:36min

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin
Toyota Corolla e Corolla Cross 2023

O ano de 2021 manteve o viés de baixa para o segmento de sedãs médios e grandes no Brasil. Com 75.704 unidades somadas nas duas categorias segundo a Fenabrave – apenas 3,83% do total de 1.974.434 veículos novos registrados no ano passado -, o número de emplacamentos caiu 5,74% na comparação com 2020.

Sem alteração pelo menos desde 2016, o pódio entre os modelos médios teve uma leve evolução do líder Corolla (41.891, +2%). Apesar de sua participação de mercado crescer para mais de 55% – em 2019 era de pouco mais de 46% -, este foi o 2º pior volume anual para o Toyota desde 2007 (34.463). Com isso, o sedã perdeu a posição de best seller da marca japonesa para a Hilux.

Seu arquirrival Civic teve situação mais complicada. Em seu último ano como modelo nacional – a produção foi oficialmente encerrada em dezembro -, o representante da Honda foi o preferido por 18.949 consumidores, 7,3% a menos do que no ano anterior. Juntos, os dois japoneses comandaram mais de 80% das vendas.

Sem concorrência direta pelo 3º lugar, o Chevrolet Cruze (7.090) perdeu quase 2 mil unidades em relação a 2020 mesmo com a retomada do crescimento nos últimos meses do ano. Estreante no ano anterior, o Arrizo 6 (3.469) encerrou seu 1º ano completo na 4º colocação. Contando agora apenas com a versão GLi, o VW Jetta (2.927) completou o top 5 com recuo de quase 50%.

Quinto no ranking anterior, o Kia Cerato (978) foi o mais prejudicado com a evolução do Caoa Chery. Aposentado oficialmente em 2021, o Citroën C4 Lounge encerrou sua carreira no Brasil com apenas 258 unidades. No compasso de espera pela chegada da nova geração ao país, ainda sem confirmação pela Nissan, o Sentra emplacou apenas 8 unidades.

Sedãs Médios
POS. MODELO TOTAL 2021 % 2021 TOTAL 2020 % 2020 % VARIAÇÃO 2021/2020 POS. 2020
TOYOTA COROLLA 41891 55,42% 41072 51,31% 1,99%
HONDA CIVIC 18949 25,07% 20447 25,54% -7,33%
CHEVROLET CRUZE 7090 9,38% 8802 11,00% -19,45%
CAOA CHERY ARRIZO 6 3469 4,59% 1212 1,51% 186,22%
VW JETTA 2927 3,87% 5796 7,24% -49,50%
KIA CERATO 978 1,29% 1246 1,56% -21,51%
CITROËN C4 LOUNGE 258 0,34% 430 0,54% -40,00%
BYD E5 11 0,01% 0 0,00%
NISSAN SENTRA 8 0,01% 950 1,19% -99,16%
10º HYUNDAI ELANTRA 3 0,00% 6 0,01% -50,00% 12º
11º TOYOTA PRIUS 3 0,00% 54 0,07% -94,44%
12º MITSUBISHI LANCER 2 0,00% 33 0,04% -93,94% 10º
75589 100,00% 80048 100,00% -5,57%

Entre os modelos maiores, o líder de 2020 virou o lanterna de 2021. Agora oficialmente descontinuado na Europa, o VW Passat, que já não era importado para o Brasil, encerrou o ano com apenas uma unidade. No topo da tabela, a versão híbrida do Honda Accord conquistou 59 consumidores, 16 a mais do que o Hyundai Azera (43). Com apenas 8 unidades, o Toyota Camry completou o pódio. Preferido entre 2006 e 2018, o já aposentado Ford Fusion emplacou apenas 2 unidades, mesmo número de um Kia Optima sem importação oficial.

Sedãs Grandes
POS. MODELO TOTAL 2021 % 2021 TOTAL 2020 % 2020 % VARIAÇÃO 2021/2020 POS. 2020
HONDA ACCORD 59 51,30% 57 20,80% 3,51%
HYUNDAI AZERA 43 37,39% 35 12,77% 22,86%
TOYOTA CAMRY 8 6,96% 23 8,39% -65,22%
FORD FUSION 2 1,74% 26 9,49% -92,31%
KIA OPTIMA 2 1,74% 1 0,36% 100,00%
VW PASSAT 1 0,87% 132 48,18% -99,24%
115 100,00% 274 100,00% -58,03%
EM DEZEMBRO

As vendas de sedãs médios fecharam o mês de dezembro em retração pouco superior a 12% frente a 2020, contra uma queda de quase 17% do mercado como um todo. Dos seis modelos com pelo menos um emplacamento registrado, apenas dois deles cresceram.

Com seu melhor resultado em 2021 – embora pior do que há um ano -, o Corolla (4.922) assegurou mais de 60% de participação. Rival mais próximo, o Honda Civic (1.697) vendeu praticamente 1/3 do Toyota mesmo com seu desempenho mais forte no último trimestre. Completando o pódio, o Chevrolet Cruze (961) avançou mais de 120% em relação ao ano passado.

Tags:

Compartilhe:

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin
*Os comentários dos usuários não representam a opinião da APS Distribuidora, a responsabilidade é integralmente do autor da mensagem.

Deixe um comentário

Abrir chat
1
Chame no WhatsApp!
Olá 👋
Como podemos ajudar?