VW paralisará linha de montagem de Taubaté por 20 dias, diz sindicato

Caso isso ocorra, será a segunda vez em dois meses que a companhia para por falta de semicondutores e módulos de airbag

29/06/2021 - 13:52min

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin

img53228

Segundo o Sindicato dos Metalúrgicos de Taubaté e Região – Sindmetau, a Volkswagen irá paralisar a produção na fábrica de Taubaté, no interior de São Paulo, por 20 dias. O motivo seria por falta de semicondutores e módulos de airbag. Por lá são fabricados o Voyage, Gol e, também, é de lá que sairá o novo Polo Track, que deve ser lançado ainda neste ano.

Caso isso realmente ocorra, será a segunda vez em dois meses que a companhia paralisa esta linha de montagem. O sindicato também divulgou que a falta destes equipamentos pode ser prolongada, o que faria a marca a prorrogar a pausa por mais 10 dias.

Além da companhia alemã, outras empresas também sofrem por não terem mais os semicondutores. A Chevrolet é sem dúvida a mais afetada, uma vez que adiou o retorno da fabricação do Onix e Onix Plus, que são produzidos em Gravataí, no Rio Grande do Sul, para até dia 16 de agosto. A montadora está parada desde o dia 5 de abril por falta de chips. A planta de São Caetano do Sul, na Grande São Paulo, que faz o Tracker e o Spin também foi paralisada.

Já a Hyundai reduziu a produção na planta de Piracicaba, no interior de São Paulo, onde teve o segundo turno suspenso entre os dias 21 e 30 de junho. É de lá que são fabricados os modelos HB20, HB20s, HB20x e Creta.

img53229

FONTE: noticias.r7.com

Tags:

Compartilhe:

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin
*Os comentários dos usuários não representam a opinião da APS Distribuidora, a responsabilidade é integralmente do autor da mensagem.

Deixe um comentário

Abrir chat
1
Chame no WhatsApp!
Olá 👋
Como podemos ajudar?