Ford Everest 2023 é o novo SUV da Ranger com motor V6 turbodiesel

02/03/2022 - 08:00min

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin

A Ford não perde tempo e, pouco depois da Ranger 2023 ser revelada mundialmente, chegou a vez de conhecer o Ford Everest 2023. Para quem não conhece, trata-se de um SUV feito com base na picape, da mesma forma que o Toyota SW4 é derivado da Hilux ou o Chevrolet Trailblazer da S10. Esta é a terceira geração do utilitário, vendido principalmente na Ásia e Oceania, mas agora com uma promessa de ser mais global.

A receita é a mesma das gerações anteriores e de seus rivais. O Ford Everest 2023 é um SUV “raiz”, com carroceria sobre chassi de longarinas, e capacidade para 7 passageiros. Como é baseado na nova Ranger, aproveitou todas as novidades da picape média, tanto no design e tecnologia quanto na parte mecânica.

Olhando para a parte frontal, o Everest é praticamente igual à Ranger. A mudança da carroceria de picape para SUV trouxe portas traseiras mais longas, melhorando o acesso para os bancos traseiros. Já na traseira, sem a necessidade de ter uma tampa para a caçamba, o utilitário recebeu lanternas mais largas, na posição horizontal e que são interligados por uma barra na tampa do porta-malas.

Deu um salto tecnológico na parte de dentro. Como foi com a Ranger, recebeu a centralm ultimídia Sync 4 da Ford, com uma tela de 10,1″ nas versões mais baratas e 12″ na vertical nas configurações mais caras. O mesmo acontece com o painel de instrumentos digital, de 8″ ou 12,3″ dependendo da versão escolhida.

Até a motorização é a mesma, usando um 3.0 V6 turbodiesel na versão topo de linha. Dependendo do mercado, terá um 2.0 turbodiesel com um ou dois turbos, enquanto outros países terão o 2.3 EcoBoost turbo a gasolina. A transmissão pode ser uma manual de 6 marchas ou automática de 10 posições. E, é claro, terá versões com tração 4×2 ou 4×4, com marcha reduzida.

A Ford se gaba que o Everest pode passar por até 80 cm de água, enquanto o teto pode levar até 100 kg de bagagem. Curiosamente, o cofre do motor tem espaço para uma segunda bateria, que seria usada para dar energia para acessórios usados por quem gosta de ir acampar.

Das câmeras 360° para os faróis LED Matrix, controle de cruzeiro adaptativo e assistente de permanência em faixa, o SUV está cheio de tecnologia. A marca também implementou um assistente automático de manobra evasiva, ajudando a evitar uma colisão caso apenas a frenagem não seja o suficiente. Se um acidente acontecer, a frenagem pós-colisão é ativada para evitar uma segunda batida.

Sendo um SUV bem largo, os futuros donos do Everest gostarão de saber que tem estacionamento automático, usando as câmeras ao redor do veículo e os sensores dianteiro e traseiro. O monitor de ponto cego ainda funciona com trailers de até 10 metros de comprimento e 2,4 metros de largura.

Com vendas iniciando no 2 semestre, o Ford Everest terá quatro configurações, começando pela Ásia e Oceania. O SUV tem grandes chances de chegar ao Brasil, com fortes rumores de que será produzido na Argentina junto com a picape, na fábrica em General Pacheco. Caso realmente venha, seria o utilitário mais caro da empresa, posicionando-se acima do Bronco Sport (R$ 272.650), com valores acima de R$ 300 mil. Como referência, o Toyota SW4 parte de R$ 395.690, enquanto o Chevrolet Trailblazer custa R$ 368.470.

Tags:

Compartilhe:

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin
*Os comentários dos usuários não representam a opinião da APS Distribuidora, a responsabilidade é integralmente do autor da mensagem.

Deixe um comentário

Abrir chat
1
Chame no WhatsApp!
Olá 👋
Como podemos ajudar?