APS - Distribuidora

04 de maio de 2017

Cuidados na Hora de Fazer O Conserto no Ar Condicionado do Seu Carro

img31396
Nesse artigo vamos falar sobre um assunto muito solicitado pelos motoristas e público em geral, vamos descrever os procedimentos corretos de segurança e manuseio que o técnico ou mecânico deve adotar na hora de realizar os testes ou diagnósticos no sistema de ar condicionado do carro. Essas ações são atitudes básicas que um profissional que realiza reparos no ar condicionado veicular deve tomar e que a maioria das pessoas não conhece. Dessa forma, essas informações servem para que o cliente e o publico em geral entenda as condições necessárias de segurança na realização do serviço no ar condicionado em seu automóvel.

Nunca deve-se bater uma seção de cobre ou tubos de alumínio ou um mecanismo trocador de calor num sistema de refrigeração carregado. Um golpe de uma ferramenta pesada pode facilmente fazer com que o material relativamente macio sofra uma ruptura e ocasione um dano irreparável.

Quando for preciso aplicar a força para realizar um rosqueamento em um componente que transporta o gás refrigerante sob pressão, é aconselhável sempre usar uma chave apropriada para evitar a transferência direta de excessiva da força em uma seção de tubulação de fluido refrigerante. Um exemplo são as chaves especialmente concebidas para porcas em sistemas R-12 e de sistemas de R-134a.

img31397

O uso de luvas é aconselhável quando existir o acionamento ou desligamento das mangueiras de conexão do sistema e também óculos de proteção no trabalho com gás refrigerante. Uma vez que o sistema está sob alta pressão o risco de acontecerem ferimentos graves nos olhos é maior se caso a mangueira no sistema estourar.

O gás refrigerante evapora-se rapidamente quando exposto a atmosfera, podendo congelar qualquer coisa que entre em contato, por isso é uma boa ideia proteger a pele e roupas do contato direto com o gás refrigerante. Não é aconselhável usar roupas soltas ou coisas como laços ou jóias que também possam ser puxados pelas correias de transmissão do sistema.

O gás refrigerante é mais pesado que o oxigênio e a alta concentração desse gás pode deslocar o ar baixando consideravelmente o nivel de oxigênio em um espaço pequeno e sem ventilação, podendo ocasionar para as pessoas que estão nesse local tonturas e mal estar. Esse tipo de situação é visto com mais frequência quando existe a suspeita de vazamento no sistema, daí é preciso fazer um diagnóstico ou soldas no sistema. Além disso, alguns gases podem se tronar tóxicos quando em contato com fogo.

Na realização do serviço no ar condicionado do veiculo é necessário sempre verificar a quantidade de gás refrigerante que ainda existem, medir a calibragem dos componentes para tomar como partida e usar como comparação para um diagnóstico preciso.

Não se pode aplicar calor de qualquer tipo no fluido refrigerante ou no sistema de mangueiras e tubos que fazem seu transporte, ou ainda nos recipientes de armazenamento. É aconselhável guardar sempre os recipientes de refrigerante em um lugar fresco. Nunca deixe exposto ao sol ou perto de uma fonte de calor.

Não é aconselhável guardar próximo ao gás refrigerante corrosivos como ácido de bateria. Os tambores podem corroer e, em seguida ocasionar uma explosão.

Caso exista um congelamento do gás refrigerante em algum componente, esse local deve ser primeiramente molhado com água fria e em seguida aplicado suavemente vaselina.

O recipiente do gás refrigerante sempre deve estar fechado quando não estiver em uso. A mesma atenção deve ser tomada em relação a choques repentino no recipiente, cuidados no armazenamento para evitar quedas ou equipamentos pesados que possa cair em cima do recipiente.

É recomendado sempre descarregar o sistema antes de soldar qualquer componente perto do percurso do gás refrigerante.


Procedimentos básicos em serviços de diagnóstico de vazamentos e reparos de peças no ar condicionado automotivo

As seguintes informações são procedimentos iniciais usados pelos técnicos de refrigeração na grande parte dos diagnóstico de vazamento no sistema de ar condicionado do veículo.

No diagnóstico é verificado o sistema de refrigeração e todos os componentes que fazem parte do resfriamento, o nível de resfriamento e quantidade de gás presente no sistema, as condições das mangueiras e tubos, as conexões existentes entre os principais componentes.

O compressor do ar condicionado do veículo também recebe uma atenção necessária. Eles devem estar em boas condições e devidamente ajustado. É verificado as condições do selo na frente compressor e válvula de alívio de pressão para vazamentos.

Outro ponto importante são as aletas do condensador. Eles não devem estar dobradas, danificadas ou obstruídas com insetos, folhas ou lama. Se as aletas sofreram algum tipo de avaria existe equipamentos apropriados que podem ser usado para limpar e endireitá-los.

O funcionamento irregular do ar condicionado do carro pode estar associado a um defeito mecânico, condutores de ar ou de aquecimento, ou ainda defeito nas portas e nas válvula do aquecedor.

Imagem 1
Imagem 1 de 0